www.flickr.com

Jeso Carneiro

Santarém (Tapajós, Amazônia) e cercanias - fatos, fotos e opiniões.



segunda-feira, outubro 31, 2005

Triatleta disputa prova em Belém

O triatleta santareno Alírio Araújo Jr. viajou há pouco para Belém, onde disputa no dia 13 a segunda etapa da Copa Norte/Centro-Oeste de Triathlon.

No final de semana, ele esteve em Brasília disputando a primeira etapa da competição, ficando um 6º lugar, considerado excelente pelo nível da prova.

Alírio vem mantendo ritmo forte nos treinamentos, para conseguir bons resultados. Por semana, corre aproximadamente 50 km, nada 25km e pedala outros 300 km.

A última etapa da Copa Norte/Centro-Oeste de Triatlhon está marcada para o dia 11 de dezembro, em Santarém.

Além dessa competição, Alírio disputa o Troféu Brasil de Triatlhon, um dos circuitos mais importantes da modalidade.

No dia 23, em São Paulo, ele participou da VI Etapa, ficando em 13º, garantindo pontos no ranking mundial da ITU (International Triathlon Union).

Com essa colocação, Alírio está em 10º lugar na classificação geral do Troféu Brasil. O atleta conta com o patrocínio do Banco da Amazônia, Ulbra, TAM Linhas Aéreas, Unimed e Governo do Estado do Pará.

O que pensam os juízes

Algumas das conclusões de pesquisa inédita produzida pela AMB (Associação de Magistrados Brasileiros), divulgada esse final de semana.

O pesquisa traça uma ampla radiografia dos juízes brasileiros.

Ela mostra, entre outras coisas, o que os juízes pensam sobre o Poder em que atuam e as principais mudanças instituídas pela reforma do Judiciário, como a criação do Conselho Nacional da Justiça (CNJ).

Custas Judiciais

Quase 50% dos entrevistados consideram que os valores cobrados pelo Judiciário durante os processos são altos. Apenas 14% acham que as taxas das custas são boas, 37,6% escolheram a opção regular e 7,5% não responderam ou não deram opinião.

Ministério Público

O Estudo revelou que 73,4% dos juízes acham que o Ministério Público tem poderes para atuar em investigação. Apenas 19,8% dos entrevistados foram contrários e 4,7% não emitiram opinião.

Efeitos sociais

Na hora da decisão, a maioria dos juízes não leva em conta apenas a lei, mas seus efeitos sociais. A pesquisa mostra que quase 84% dos entrevistados se preocupam com causas sociais no momento de proferir a sentença. O estudo revelou que 87,15% dos juízes da ativa se orientam por parâmetros legais e 83,85% também levam em consideração as conseqüências sociais.

STF

A maioria dos magistrados acha que não há autonomia das decisões do Supremo Tribunal Federal (STF) nas relações com o Executivo, o Congresso e os interesses econômicos. Numa escala de zero a dez, o grau de autonomia das decisões do STF ficou abaixo de 6 entre os 3 mil juízes que responderam à pesquisa.


Súmula Vinculante

A súmula vinculante vem sendo adotada pela maioria dos juízes. De acordo com o levantamento, 65,6% dos associados que responderam à pesquisa afirmam que se baseiam em súmulas dos tribunais para proferirem duas decisões, sendo que 30% deles a utilizam com muita freqüência.

PSOL já tem presidente

Como o blog antecipou há cerca de um mês, o estudante universitário (curso de Direito) Maike Vieira, 26 anos, foi eleito para dirigir o PSOL em Santarém.

Ele pertence à tendência denominada MES (Movimento da Esquerda Socialista), a mais forte dentro do partido na cidade.

A deputada gaúcha Luciana Genro é a estrela mais reluzente a nível nacional desta tendência.

Poros da corrupção

Resposta de Juvêncio Dias à nota abaixo:

Maurício,

Grato pela atenção e remissões. Quem sabe o mesmo equívoco que me levou à incerteza da autoria da paráfrase não foi o que lhe conduziu a grafar erradamente o nome do autor, qual seja, a pressa, eterna inimiga da revisão como dizemos no jargão jornalístico.

De qualquer forma cumprimento-lhe pela rapidez com que corrigiu meu equívoco. Suas dúvidas sobre o axioma de Bisol tem procedência.

Com efeito, tanto o STF ou o STJ não tem dado bons exemplos de jurisprudência ou de sentenças. Mas é o que temos. O fato da corrupção ter impulsionado ou erodido impérios é tão relevante quanto as razões de natureza pessoal (amantes, demência, alcoolismo, doenças, acasos e outros vieses de matiz antropológico).

Claro está que a corrupção, como essas outras possíveis óticas, instala-se nos poros de questões, interesses e contextos muito mais amplos. A luta de classes, por exemplo, desafortunadamente objeto da infeliz paráfrase de seu denso livro de cabeceira na ilha deserta.

Asseguro-lhe que as dinâmicas econômicas são lentes muito mais seguras e perenes quando se analisa a construção ou derrocada de sociedades.

As insinuações do "marxismo de axila" ou dos leitores de "orelhas de livros", tão ao gosto fugidio dos sofistas, passam ao largo e lançam luzes na forma como recebeu minhas críticas.

Longe de ser um exegeta, sustento minhas opiniões a respeito das categorias marxistas em 28 disciplinas de pós-graduação "strictu sensu", nas melhores casas do país. Permita-me decliná-las: IEI/UFRJ, IFCH/UNICAMP e Metodista de São Bernardo.

Sobre meio termo e o princípio da proporcionalidade, e sua elegante citação aristotélica, esclareço que o recurso a Bisol foi contextual, a saber, em cima das razões que lhe tem levado a amarguras com os desdobramentos da crise política.

Um furto famélico, por exemplo, certamente se enquadraria no meio termo a que se você se refere.

Também lhe sou agradecido pelo debate.

Bulhões, Bisol e paráfrase

Do advogado Maurício Leal Dias, sobre a nota Paráfrase infeliz, de Juvêncio de Arruda:

Companheiro Juvêncio,

Com a devida vênia, pelo visto não é só o dicionário que vossa senhoria deveria consultar. Antes de emitir a tua opinião, deverias, também, ler como mais atenção o meu comentário e verás que a paráfrase é do Antônio Bulhões (estava equivocado, grafei anteriormente Geraldo e não Antônio, desculpa).

Pois, pois, o olhar histórico do autor demonstra que a corrupção impulsionou a construção dos grandes impérios do mundo ocidental e oriental, bem como, motivou as suas derrocadas.

Recomendo o livro para reflexão sobre o momento atual e não para seguir qualquer receita ou dogma, o que é mais afeto ao leitores das orelhas de livro (hábito comum entre os marxistas de axila).

Querendo adquirir o livro eis a dica da Editora, Siciliano. Não te empresto porque o livro sumiu da minha estante: (Agora, cá entre nós, quanto a frase do Bisol "não há meio termo entre a lei e o crime", ser um axioma, tenho minhas dúvidas (consulte a Jurisprudência do STF e do STJ e saberás o que digo).

De minha parte, sobre o "meio termo", prefiro a indagação de Aristóteles em sua Ética a Nicomâco, resgatada pela Teoria da Justiça contemporânea (princípío da proporcionalidade), “o que é o justo: o proporcional; e o injusto é o que viola a proporção.

Desse modo, um dos termos torna-se grande demais e o outro demasiado pequeno, como realmente acontece na prática; porque o homem que age injustamente tem excesso e o que é injustamente tratado tem demasiado pouco do que é bom.

Obrigado pelo debate! Abraços!

Biblioteca será revitalizada

Os trabalhos de revitalização da biblioteca municipal devem iniciar no mês de novembro.

Desenvolvido pela Prefeitura de Santarém, em parceria com a Fundação Cargill, o projeto inclui ainda a implantação de uma brinquedoteca e de um programa de inclusão digital.

O principal objetivo é criar em Santarém um centro de convivência, onde as crianças possam ter acesso à leitura e à inclusão digital.

Todo o acervo, computadores e mobiliário necessários para a implantação do centro vão ser doados ao município pela Fundação Cargill, que vai custear também as despesas de reforma da Casa da Cultura, treinamento de profissionais e processamento técnico do acervo.

Por sua vez, a Prefeitura vai ajudar na escolha do acervo e organizar os eventos pedagógicos e das oficinas de incentivo à leitura.

O projeto tem ainda como parceiros o Atelier Cenográfico, responsável pela reforma e layout do local, e Cor da Letra e Sapiência, responsável pelo treinamento dos servidores da biblioteca e levantamento e compra do acervo.

As obras de revitalização da biblioteca deve ser concluídas no segundo trimestre de 2006.

Fonte: PMS

Ainda governo

Ainda não foi na sessão de hoje da Câmara Municipal de Santarém - já encerrada - que o vereador Luiz Alberto (PPS) anunciou o seu desligamento da base governista.

A aposta é que ele faça isso amanhã.

Se não fizer, pode apostar: tudo não passa de blefe.

Mais e mais beijos na TV

A nota Isso é coisa de boiola! suscitou mais dois comentários:

De Pinky:

Eu quero mais é ver homens bonitos e sarados se beijando na televisão também.... Como disse Tutty Vasquez... a gente tá precisando ver coisa bacana depois do Jornal Nacional!

E de Brain:

É mas podiam também colocar a Fernanda Lima e a Aline Morais numa sessão beijocas. Que bocas...

Cemitérios movimentados

Foi grande o movimento nos cemitérios de Nossa Senhora dos Mártires e São João Batista, no centro de Santarém, neste final de semana.

Parentes e amigos de pessoas sepultadas nos dois cemitérios estiveram fazendo os últimos trabalhos nas sepulturas para o Dia de Finados, na quarta-feira.

Uma lata de areia estava sendo vendida entre R$ 1,50 e R$ 2,00s. Uma abertura de nome na sepultura estava custando entre R$ 5,00 e R$ 10,00.

No cemitério de Nossa Senhora dos Mártires houve reclamação por parte de quem precisou de água para limpar as sepulturas.

Como em anos anteriores, o abastecimento é precário e apenas um tanque de mil litros foi colocado para atender as pessoas.

Hoje e amanhã a movimentação vai ser maior. Pintores, pedreiros, vendedores de areia e vela esperam um melhor faturamento.

No cemitério do Cambuquira, à margem da BR 163, também houve trabalho ontem o que deve se repetir hoje.

Outro cemitério bastante movimentado no domingo foi do Mararu, à margem da rodovia Santarém/ Curuá-Una.

Como as autoridades não decidem construir um novo cemitério, muitos estão enterrando seus mortos nos dois cemitérios alternativos.

O do Cambuquira deverá ser interditado em breve, por estar bem próximo do igarapé Irurá, que abastece boa parte da cidade.

Fonte: Jornal da Manhã/Rádio Rural

Candidato à reeleição

A partir de 2006, a delegacia regional do Sinpro/PA (Sindicato dos Professores do Pará)em Santarém vai funcionar em prédio próprio.

Mais: o atual delegado, Ubirajara Bentes, é candidato à reeleição.

É o que ficou acertado na passagem dos diretores Rosa Fares (presidente) e Wilson Sodré (diretor financeiro) do sindicato por Santarém, semana passada.

Imagens de Santarém



Boim, às margens do Tapajós. Vila onde nasceu os dois únicos bispos nascidos em Santarém. Amanhã, dia 1°, Gilberto Pastana celebra missa na localidade, a primeira desde que foi sagrado bispo, na sexta-feira. Foto: Celivaldo Carneiro.

"Somos preconceituosos"

Sobre o texto de Ivo Santafé (ler embaixo), Carlos Silva escreve:

Que coisa legal! Gostei muito do texto.

Ontem em um churrasco de família, meu tio disse que se tivesse beijo na novela era para a populacão brasileira quebrar as estacões da Rede Globo.???? Nao entendi nada!!!

Há coisas piores que vemos pela TV!

Nao queria entrar em defesa, pois nós homens somos preconceituosos.

Se eu fosse defender a idéia que o beijo não teria nada de anormal e já é coisa do cotidiano da sociedade ia ficar feio para a minha reputação rss... por isso me fiz de frouxo!

Ércio canta Santarém

De Belém, Ércio Bemerguy mandou o seguinte e-mail ao blog:

Grande Jeso,

Gostei de todas as composições inseridas no teu blog dentro da proposta de fazer surgir uma nova versão para o hino de Santarém.

Os autores, indistintamente, colocaram em seus versos, o amor pela terra querida.

Segue abaixo, não um hino, mas apenas uma modesta exaltação à nossa querida Pérola do Tapajós.


Por ti, Santarém

Como vila ou cidade
Teu passado, tua história
É só tenacidade
Repleta de luta e glória.

Teus filhos, onde quer que estejam
Não te esquecem, te querem bem
Festejam, se orgulham
De terem nascido em Santarém.

Em cada pedaço do teu chão
Germinam fé e esperança
Ricos e pobres, te amam de paixão
Vivendo em clima de paz e bonança.

Mereces, cidade querida
Presente e futuro promissor
Com a nossa força aguerrida
Te defenderemos com amor.

Não permitiremos que te maltratem
Tens tradição e valor
Por ti, com coragem
Lutaremos com ardor.

TIM terá mais duas torres

Com pouco mais de dois anos na cidade, a TIM não esconde que pretende conquistar o lugar mais alto no pódium neste setor, muito embora a posição que ocupe hoje, 2º lugar, atrás apenas da VIVO em volume de vendas e clientes, não deixe de ser invejável.

A empresa tem três torres de emissão do seu sinal no município. E acaba de investir dois milhões de reais na aquisição de mais duas torres – Alter do Chão e Interventoria –, com previsão de funcionamento até a segunda quinzena de novembro.

Edilberto faz conferência na Holanda

O coordenador da Rádio Rural AM, padre Edilberto Sena, viaja logo mais para Amsterdã, na Holanda.

Lá, ele participa de um evento sobre a crise de desflorestamento no Oeste do Pará e fará uma conferência sobre os problemas causados pelo agronegócio na região, especialmente a derrubada indiscriminada de matas e florestas, a diminuição da agricultura familiar pela venda de lotes aos grandes produtores e os efeitos do desmatamento no meio ambiente.

Padre Edilberto foi convidado para o evento por ser membro do movimento popular Frente em Defesa da Amazônia, em Santarém.

Ele vai hoje e retorna ao Brasil no dia10, seguindo de Belém a Imperatriz, onde participa da posse de dom Gilberto Pastana no dia 13.

Por causa disso, o editorial no Jornal da Manhã só retorna no dia15 de novembro.

Fonte: Jornal da Manhã/Rádio Rural

Isso é coisa de boiola!

Do leitor Ivo Santafé:

Agora a Globo inventou beijo de homem na novela das oito. Que horror!

Bom mesmo é ver e ouvir aquela indecência no Senado, na Assembléia. Bom mesmo é ver a cara do Marcos Valério, do Severino Cavalcante, a voz do Roberto Jeferson.

Beijo de homem? Não. Bom mesmo são as cenas violentas no futebol. Massacres no Rio e São Paulo. Roubos, mortes, acidentes, boxe (cosa de macho) e vale tudo(mais macho ainda). Violência está na moda. Afeto, não.

Beijo de homem? Que coisa absurda. Homem que é homem não beija, dá porrada. Agride, passa os outros pra traz, solta bombas no campo de futebol, batem em esposas. Mas beijar outro homem, nunca. Isso é coisa de boiola.

Ser delicado num tá com nada. Civilização é coisa de fracote.

Manchetes da Manhã

Maior audiência jornalística do rádio na região, o Jornal da Manhã (Rádio Rural AM) foi ao ar hoje, na voz de Francimar Farias e Raik Pereira, com as seguintes manchetes:

Pastoral continua arrecadando alimentos para o Natal sem Fome.

Arcebispo afirma: Cultura de armas deu vitória ao "Não" no referendo.

Vereador pode sair da base de apoio do governo Maria do Carmo.

Itaituba: projeto Mercúrio Global recebe apoio da ONU.

População reclama do aumento na tarifa de energia.

Mais dois navios de turistas internacionais estarão aportando em Santarém.

Italiano morre em acidente de trânsito na BR-163.

Paráfrase infeliz

Publicitário, Juvêncio de Arruda comenta a nota Livro (7), do advogado Maurício Leal Dias:

Sorry, Maurício. Sempre usei o termo "paráfrase" com a liberdade que você usou hoje. Mas fiquei táo surpreso, sou um modesto estudioso de Marx, que até "paráfrases" sobre ele atraem minha atenção.

E fui aos dicionários. Caraca! Desconfio que ele ficaria furioso ao ver que seu axioma "a luta de classes é o motor da história" fosse objeto de uma interpretação tão irresponsável assim.

Torço para que a "paráfrase" tenha sido do Geraldo, e não de V.Sa. Ademais, pouco importa quem começou a corrupção. Neste raciocínio, também não foi o PSDB. O PT apenas parafraseou a porcaria toda.

Lamento, Maurício, já pensei muito sobre isso. Não há consolo. E já que voce é dvogado, permita-me lembrar outro axioma, já por mim declinado aqui no blog, de autoria de José Paulo Bisol, o ex-senador e juiz aposentado: não há meio termo entre a lei e o crime.

O PT precisa de tudo, menos de paráfrases. Marx, digo-lhe com tranquilidade, as dispensa.

Made in Pará

Ricardo Boechat (Jornal do Brasil):

Som da massa

Em dez dias, o novo CD da banda paraense Calypso vendeu 500 mil cópias. Suas canções misturam sons do caribe, do Pará, rock, country e lambada.

Ao mesmo tempo que cai no gosto popular, a banda enriquece seus integrantes.

O guitarrista Chimbinha, por exemplo, é o novo vizinho de Zezé di Camargo, no luxuoso condomínio Alphaville, em São Paulo.

Sol Solidário sem apoio algum

De Horácio, sobre a nota Omissos?:

Sou aluno da Escola São Francisco e estamos muito orgulhosos de nosso PROJETO SOL SOLIDÁRIO, coordenado pela profesora Eliana, ter ganho como o melhor projeto de voluntariado dentre as 14.210 escolas do Brasil.

No SOL, aprendemos que a palavra impossível não existe, é a forma que temos de mostrar à sociedade que, como adolescentes, somos sim capazes de fazer ações que ajudam a modificar o pensamento de que escola não é uma obrigação e sim um direito.

É assim nosso projeto, entre muitas coisas, quando estamos tristes e precisamos de uma alegria em nossa vida, vamos para escola e conseguimos achá-la fazendo uma ação muito gratificante, o trabalho voluntário.

Infelizmente não recebemos apoio de nenhum órgão governamental, sequer um parabéns; inclusive fomos buscar nossos representantes no aeroporto, e pelo que sei, nossa escola solicitou um ônibus da prefeitura para irmos, e recebeu um sonoro NÃO, com a desculpa de que iriam ser utilizados.

Como aluno e voluntário, quero aqui dizer que o projeto enfrenta muitas dificuldades, e depois de muitos sacrifícios, noites e noites de trabalho pela professora (de dia ela trabalha) e por nós alunos, muitos altos e baixos, conseguimos passar por tudo e ganhamos esse reconhecimento lá fora.

Quem aqui não reconheceu, sentimos muito, pois como nosso lema diz : "O essencial em nossas vidas é que fique em algum lugar o fruto de nossos trabalhos".

Parabéns, Projeto Sol Solidário! Parabéns Escola São Francisco!

Isam não incomoda fanfarras

De Eduarda C. Campos, sobre a nota Barulho:

Com certeza os carros volantes contribuem para a poluição sonora da cidade, mas acho que nós, população, somos hoje mais prejudicados pelo barulho das FANFARRAS das escolas, que passam o ano todo nas praças e escolas fazendo BARULHO pensando que é som, espalhadas em horários e dias sem limite determinado.

Ainda tem o bando de "boyzinho" que deu pra colocar caixas de alto falantes nos carros como se fossem danceterias ambulantes, e não é de hoje. Isso sim deveria ser levado a sério. Por que o Isam não fiscaliza realmente esses problemas?

Frase do dia

Os jovens, hoje em dia, imaginam que o dinheiro é tudo e, quando ficam velhos, descobrem que é isso mesmo.

Oscar Wilde

domingo, outubro 30, 2005

Decisão acertada

Sobre a nota Questionando a decisão judicial, Juvêncio de Arruda, publicitário, opina:

Ainda que tarde, ainda que falhe, só reconheço a justiça dos homens.

E concordo inteiramente com o despacho do juiz Verli.

Sáude e Educação fora do PD

Opinião de quem tem bagagem - é mestre em Direito Urbanístico - sobre o PD (Plano Diretor) de Santarém, em fase de gestação. Refiro-me ao advogado Maurício Leal Dias:

Jeso, fazer do teu blog mais um espaço para debater as questões do Plano Diretor de Santarém é uma grande contribuição para o processo democrático de elaboração do PD.

Aproveitando a oportunidade, não posso deixar de externar uma certa precupação com o formato desses GT's (desejo, inclusive que dele participe a sociedade).

A despeito de desconheçer a metodologia que está sendo utilizada, me sinto à vontade para externar a minha opinião, pois tenho participado da campanha do plano diretor participativo do Ministério das Cidades em algumas capitais do País e municípios do Pará, o que me levou a crer que temas como Saúde e Educação são relevantes, sim, mas atendem a uma lógica própria de formulação de suas políticas, que não precisam ser formuladas, necessariamente, no âmbito de um Plano Diretor.

Penso que a regularização fundiária, p. ex, merece uma maior atenção, pois a dimensão dessa política ultrassa o limite meramente jurídico. Acho que a distribuição atual desse GT´s é recomendável para um Congresso da Cidade, que irá deliberar sobre um plano de desenvolvimento para o Município, onde o plano diretor e as demais legislações urbanísticas (uso e ocupãção do solo, parcelamento e zoneamento) e ambientais serão parte integrantes.

Eis a minha humilde opinião.

Livro (8)

De Pinky, sobre a provocação do blog:

Eu levaria Como me tornei um estúpido, de Martin Page.

Ainda Pinky:

Eu já estou no segundo dia da Ilha e já li inteirinho o Como me tornei um estúpido, de Martin Page... e agora voltei pra casa.

Vi que o Jeso não me deu crédito. Não tenho profissão definida... sou turista, na definição de Z. Bauman (pronto, hoje vou pra ilha ler AMOR LÍQUIDO).

São Tomé Birinha e o dedo na ferida

Incrédulo com a nota Por livre e espontânea pressão, publicada cá no blog, o sindicalista, professor e advogado Ubirajara Bentes resolveu entrar em contato com uma pessoa que trabalha no Iles/Ulbra para constatar a veracidade.

Ouviu o seguinte relato:

Professor, é verdade! Estou com medo que eles me obriguem a assinar. Não posso dizer não, só tenho esse emprego.

E não é só isso: ele [Antônio Sanches] mandou fazer um bando de outdoor propagando as “comendas” e ”títulos” que ele “ganhou” de Santarém.

Tá mandando, inclusive, fotografar os outdoors que foram colocados no dia do aniversário dele pra mandar pro pessoal da Ulbra.

O Jeso tem toda a razão.

Guerrinha

Repórter Diário (Diário do Pará):

Está tudo registrado em fotos e imagens de TV: em um galpão de Santarém, as cestas básicas do governo federal para socorrer as vítimas da seca são embaladas em sacos com a logomarca do governo do Estado.

A propaganda é a prioridade.

Livro (7)

Prezado Jeso,

Para mediatar um pouco mais sobre o atual momento de nossa História e para me convencer, ainda mais, que não foi o PT que inventou a roda da corrupção, levaria o Elogio da Corrupção do Geraldo Bulhões.


Neste brilhante e denso ensaio, o autor nos mostra que a corrupção é uma constante em todas as sociedades, e está associada às formas de organização e de poder adotadas. Chega, inclusive, a parafrasear Marx, quando afirma que "a corrupção é o motor da história".

Certamente, Bulhões nos faz refletir que numa sociedade que tudo mercantilizou e onde o único real valor é o dinheiro, é difícil imaginar algum limite ético, principalmente para os que partilham da idolatria do capital.

A opinião é do advogado e mestre em Direito Urbanístico Maurício Leal Dias em resposta à provocação do blog.

Força

Repórter Diário (Diário do Pará):

Companheiros fiéis

Professor Luizinho, deputado federal do PT de S. Paulo, se disse impressionado com o apoio que o ex-deputado Paulo Rocha recebeu da militância local.

Também acusado de receber dinheiro do mensalão, Professor Luizinho disse que, no Sudeste, não se vê igual solidariedade.

Frase do dia

Todos estamos matriculados na escola da vida, onde o mestre é o tempo.

Cora Coralina

sábado, outubro 29, 2005

Destaques da Rural

Apresentado por Raik Pereira e Acivam Monteiro, o Jornal da Manhã (Rádio Rural AM) foi ao ar hoje, de 6 às 6h30, com as seguintes manchetes:

Cosanpa começa serviço de ampliação do sistema de abastecimento de água.

Educadores do projeto de Alfabetização de Assentados recebem capacitação.

25 mil pessoas participam da sagração espiscopal de dom Gilberto Pastana.

Advogado vai fazer representação contra policiais militares acusados de tortura.

Plano Diretor é tema do Rural Debate deste sábado.

Cresce no Conselho Tutelar o número de denúncias de fuga e rebeldia no lar.

Pastoral da Comunicação realiza 7° Encontro Diocesano.

Livro (6)

Escolha literária do universitário (Pedagogia) e jornalista Wildson Queiroz:

Verde Vagomundo, de Benedicto Monteiro.

Livro (5)

Eu levaria DAS KAPITAL, de Karl Marx.

As razões? É só olhar para (todos) os lados. Enquanto o panorama for esse o livro tá de pé!

Palavras do publicitário Juvêncio de Arruda à provocação do blog.

Livro (4)

Raquel Santana, professora e ex-diretora do Detran/Santarém, aponta o livro em resposta à provocação do blog:

Chatô, o rei do Brasil, Fernando Moraes.

Tal qual

Repórter 70 (O Liberal):

Símbolos

O secretário de Defesa Social, Manoel Santino, mandou apurar denúncia de que as cestas básicas fornecidas pelo governo do Estado aos flagelados da seca no baixo-Amazonas estavam ganhando nova embalagem: a logomarca do Estado estaria sendo substituída pelo símbolo da Prefeitura de Santarém.

---------------

Comentários: O governo tucano Jatene fez a mesma coisa com as cestas federais. Maria partiu para o contra-ataque.

Os extremos - PSDB e PT - se parecem.

Livro (3)

A professora universitária Alessandra Carvalho responde à provocação do blog neste Dia Nacional do Livro:

Bom, se fosse HOJE a viagem eu levaria Walden, de Henry David Thoreau, que me serviria até de manual de sobrevivência.

Livro (2)

Resposta à provocação do blog do poeta e professor universitário Neucivaldo Moreira:

A Divina Comédia, Dante Alighieri.

Operação "Fica Conosco, Fica"

A turma do deixa-disso do PT tem feito pressão brutal sobre Henrique Costa, prefeito de Juruti.

Tentam demovê-lo da idéia de deixar o partido.

Henrique, até agora, resiste.

Livro (1)

Servidora pública federal, Lívia Corrêa responde a provocação do blog (leia nota embaixo):

O Amor nos Tempos do Cólera, de Gabriel García Marquez.

Objeto de desejo

Hoje, 29 de outubro, é Dia Nacional do Livro.

A blog resolve, então, provoca seus leitores com a seguinte pergunta:

Qual o livro – e só pode ser um – que você levaria para uma longa temporada numa ilha deserta?

Envie o nome e autor da obra. E se quiser, as razões de sua escolha. Meu e-mail é jesocarneiro@yahoo.com.br

Capa

Por trás da derrotada da Zona Franca

Informe JB (Jornal do Brasil):

E agora, José?

Senadores comemoraram a exclusão de emenda de José Sarney (PMDB-AP) da MP do Bem.

Boca miúda

Sem emplacar a extensão dos benefícios da Zona Franca de Manaus para o Amapá, Sarney teria ficado sem bandeira para derrotar João Capiberibe nas urnas.

Reprise

Ricardo Boechat (Jornal do Brasil):

Bela volta

Passados 23 anos de sua estada no Amazonas para as filmagens de Fitzcarraldo, de Werner Herzog, Claudia Cardinale, diva do cinema europeu na década de 60, volta a pisar em terras amazonenses.

Será a grande homenageada do Amazonas Film Festival 2005, que acontece de 4 a 10 de novembro, em Manaus.

Menos processos para Santarém

Repórter Diário (Diário do Pará):

Varas federais

O Tribunal Regional Federal da 1ª Região já definiu as jurisdições das varas federais de Castanhal e Altamira, que serão inauguradas, respectivamente, nos dias 12 e 13 de dezembro deste ano.

A de Castanhal terá jurisdição sobre mais 37 municípios, entre os quais Bragança, Capanema, Paragominas, Salinópolis e Viseu.

Resolução

A vara de Altamira abrangerá Anapu, Brasil Novo, Medicilândia, Novo Repartimento, Pacajá, Porto de Moz, Senador José Porfírio, Uruará e Vitória do Xingu.

As jurisdições foram definidas pela Resolução 600-17, do TRF da 1ª Região.

Otimismo

Repórter Diário (Diário do Pará):

No palanque

O tom do discurso do ex-deputado Paulo Rocha, ontem, na plenária do PT, na Escola Salesiana do Trabalho, foi de candidato ao governo do Estado. Ao lado de várias lideranças locais e nacionais, pregou a “constituinte do PT”, através da qual o partido deve avaliar seus erros e acertos para seguir em frente.

Na ocasião, o ex-senador Ademir Andrade, do PSB, ofereceu apoio de sua legenda à candidatura de Rocha ao governo.

Cético

Do sindicalista, advogado e professor Ubirajara Bentes, sobre a nota Por livre e espontânea pressão:

Caro Jeso Carneiro,

A respeito da nota “POR LIVRE E ESPONTÂNEA PRESSÃO
” publicada do teu blog, te digo sinceramente: NÃO ACREDITO, mas se isso for verdade, É DEPRIMENTE E VERGONHOSO.
Não acredito que os (as) verdadeiros (as) Professores (as) e os (as) Auxiliares de Administração Escolar, com “P” e “A” MAIÚSCULOS, estejam envolvidos (as) nessa lambança depois de sofrerem e de estarem sofrendo na pela as agruras do desrespeito, da violação reiterada dos seus direitos sociais fundamentais.


Podem até assinar, mas, como diz a tua nota: “POR LIVRE E ESPONTÂNEA PRESSÃO”, para não entrarem no tal "índex dos perseguidos".

Aliás, a última que tentou um manifesto, ou abaixo-assinado, para permanecer na função foi decapitada mais rápido do que ela esperava, em abril de 2002.

Comentário: Acredite, caro professor, acredite.

Tratamento

Cláudio Humberto:

Cubículo

A presidência da Câmara ofereceu uma sala pequena no Anexo IV para o PSOL instalar sua liderança. Os rebeldes rejeitaram.

“Queremos uma sala, e não um cubículo”, debochou o deputado Babá (PA).

Frase do dia

Cada qual tem o seu prazer que o arrasta.

Virgílio

sexta-feira, outubro 28, 2005

Palco da sagração episcopal

Praça da Matriz
Foto: GAZETA/Celivaldo Carneiro

É esse o cenário da ordenação episcopal de Gilberto Pastana que ocorre daqui em instantes. A cerimônia, com duração em torno de duas horas, será transmitada ao vivo, em cadeia nacional, pela Rede Vida.

Ele entra para a história como o segundo santareno a chegar ao posto de bispo da Igreja Católica. Como o primeiro - dom Frederico Costa -, Pastana nasceu em Boim, distrito de Santarém.

No mês que vem assumirá a o lugar de dom Affonso Felippe Gregory, que pediu para deixar o cargo por motivos de idade, como estabelece o Código de Direito Canônico, na diocese de Imperatriz, do Maranhão.


Itaituba: direção perigosa

De O Itaitubense, sobre a nota Itaituba sob risco da dengue:

Bem, Josias, não somos míopes, vejo que temos alguns pontos de vista parecidos, no entanto, vou discordar de vc em um ponto, que é o trânsito.

Não sei você sabe, mas o prefeito tirou do órgão de trânsito alguém especializado que vinha dando a atenção devida no trânsito e não nomeou ninguém para a coordenação do órgão.

Quem está à frente é o diretor da Guarda de Trânsito, o popular Aguiarzinho, uma pessoa que não tem a mínima condição de está ali: anda sem capacete em sua mota sem placa e deixa seu filho não habilitado andar também. Isso é brincadeira.

Mas com relaçao a dengue você está coberto de razão: em Itaituba o caso é sério, a Secretaria de Saúde está baratinada e não cosegue fazer ações sólidas no combate da dengue e os moradores não fazem a sua parte - deixam acumular água em seus quintais, tornando em verdadeiros criadouros do mosquito da dengue.

Resumindo: incapacidade, descaso e falta de apoio da população!

Questionando a decisão judicial


Comentário/ editorial do padre Edilberto Sena no Jornal da Manhã (Rádio Rural AM), hoje:


Dizem que sentença de juiz é para ser cumprida, ou questionada em instância superior. Faltou alguém completar ainda que só Deus é juiz que não erra e, por isso, não pode ser contestado.

A justiça do Brasil tem deixado muitos cidadãos inseguros quanto à justeza das decisões. Embora alguns juízes se comportem como se fossem a voz da verdade. O legalismo de uns parece suplantar a legitimidade das decisões.

A transefrência de responsabilidade de julgar o caso Alcoa/Juruti Velho, pelo juiz federal de Santarém, provoca alguns questionamentos. Ele alegou para sua decisão que o caso deve ser julgado pela justiça estadual.

O processo contra a multinacional desejosa de se implantar em Juruti Velho está sendo feito pelos dois ministérios públicos, o estadual e o federal, que ambos têm seus motivos para isso.

A liminar contra a continuidade da instalação da empresa na região foi solicitada à justiça federal. Os argumentos dos procuradores se basearam na lei, ou melhor no ferimento da lei.

Vários são os impactos negativos apontados pelo Eia-Rima. Entre outros, o projeto da Alcoa prejudicará populações tradicionais, causará graves danos ao meio ambiente, com a remoção do minério, a derrubada de florestas, inclusive castanhais, atingirá recursos hídricos, inclusive o aquífero Alter do Chão.

Além disso, o porto de escoamento da empresa será construído na beira do rio Amazonas, um rio que atravesa dois estados brasileiros e países amazônicos, vizinhos do Brasil.

Por isso, não ficou clara a motivação que levou o juiz a declarar que o caso não era de sua competência. Pode ter sido clara para ele, mas não para muitos que acompanham o questionável projeto de exploração de bauxita em Juruti Velho, começando pelos procuradores que não concordaram com o juiz e vão recorrer.

Daqui a pouco saber-se-á se as razões do juiz eram corretas ou não.

Foto do dia

Foto do dia
Foto: GAZETA/Sávio Carneiro.

Embarque, no navio/motor Viageiro V, dos 56 militares do 8° BEC que vão integrar a Força de Paz da ONU, no Haiti.

Seguiram hoje de manhã para Manaus, onde serão submetidos a mais 30 dias de treinamento. Depois, seguirão para Porto Príncipe.

Por livre e espontânea pressão

Está circulando, com lépida desenvoltura, pelos corredores do Iles/Ulbra, um curioso manifesto.

Pede apoio à permanência de Antônio Sanches na direção da faculdade.

Semana passada, a cúpula luterana em Canoas decidiu afastar Sanches do cargo. Que só fica até o final do ano letivo.

O manifesto, pelo menos por enquanto, só tem chegado aos mãos dos funcionários. Os que se recusam a assiná-lo entram numa espécie de "índex dos perseguidos".

Itaituba sob risco da dengue

Do leitor que se assina Josias Dias, sobre a nota Práticas e irregularidades em Itaituba:

Ufa! Conterrâneo itaitubense, fiquei aliviado com suas colocações com relação ao juiz.

Da forma que você se posicionava temi que houvesse uma estrondosa recepção do vereador cassado ao novo juiz.

Para ele ser isento realmente, tem que ficar longe de malfeitores. Aliás, o cassado tá mesmo com malária (como você informou aqui) ou é dengue - doença que vem se alastrando perigosamente em Itaituba.

Você está parcialmente certo em fazer alguma críticas ao nosso prefeito. Também deve reconhecer trabalhos. É o que faço: estradas vicinais recuperadas, melhora na limpeza pública e redução nos acidentes de trânsito são alguns itens merecedores de reconhecimento.

Vejo que administrativamente ele é muito fraco. Mas tem tempo para melhorar. Precisa-se livrar da constante orientação (para fazer tudo errado) dada pelo vereador cassado.

Mudando de assunto: volto a fazer menção ao perigo da denque em Itaituba. A estrutura de nossa cidade é propícia para que a situação tome contornos gravíssimos, pois o atual secretário de Saúde (aliás indicado pelo cassado), não demonstra capacidade técnica (isso, você itaitubense, criticou com propriedade) para agir com eficiência no combate a dengue.

Que seja feito um alerta as autoridades estaduais para ajudar Itaituba no combate a dengue.

Precisamos disso.

Fogo

Um incêndio, na área do Zoofit, mobilizou muita gente no início da noite de ontem, entre bombeiros, acadêmicos e diretores das Faculdades Integradas do Tapajós, proprietária do zoológico, com cerca de 50 animais, que fica no bairro da Matinha.

As causas do sinistro estão sendo investigadas.

Fonte: Diário do Tapajós

Canoa furada

Consolo para os Pereira da Guarany (vide nota embaixo).

O semanário O Impacto também caiu no conto da "zona franca", aplicado por Lira Maia.

Saiu com matéria de capa na sua edição de hoje, com direito a foto do... deixa pra lá.

Capiberibe retorna ao Senado

O ministro Marco Aurélio concedeu a liminar requerida por João Alberto Rodrigues Capiberibe em Mandado de Segurança impetrado ontem, 27, para retornar ao cargo de senador pelo PSB do Amapá.

Capiberibe teve o mandato cassado pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE) em abril do ano passado e foi afastado do cargo por ato do presidente do Senado, senador Renan Calheiros.

Na decisão, Marco Aurélio observou que “as discussões travadas no Senado Federal revelam o afastamento do impetrante [Capiberibe] sem que observados os ditames constitucionais, sem que observada a Lei Fundamental da República, que a todos, indistintamente, submete, considerado o devido processo legal.”

Assim, o ministro deferiu a liminar para suspender o ato do presidente do Senado. “Com isso, restabeleço a situação jurídica anterior, viabilizando ao impetrante, ainda na qualidade de Senador da República, o exercício do direito de defesa”, afirmou.

Fonte: TSE

Irurá agoniza

A construção do primeiro viaduto de Santarém, no cruzamento da rRodovia Santarém/Cuiabá com a Fernando Guilhon, está aterrando o igarapé do Irurá, na altura do bueiro.

O igarapé fica à margem da Fernando Guilhon, ao lado do terreno da Cosanpa.

O presidente do Fórum Lixo e Cidadania, Sérgio Campos, disse que visitou o local e desde o reinício da obra, há cerca de dois meses, o igarapé começou a desaparecer.

Ele lembra que, em julho de 2002, quando era gerente regional da Cosanpa, ingressou no Ministério Público Federal com uma ação contra a prefeitura porque o viaduto já prejudicava o igarapé.

Fonte: Jornal da Manhã/Rádio Rural

Pés-frio

A TV oficial do governo Lira Maia, a Guarany, abriu espaço latifundiário ontem para o ex-prefeito fazer loas e jogar confetes à inclusão de Santarém no projeto, aprovado só no Senado, da Superzona Franca.

Faltou pouco para o cipoalense se intitular o pai da criança.

À noitinha, veio a ressaca. A Câmara sepultou o projeto.

Na emissora dos Pereira, o clima é de velório.

Destaques da Rural

O Jornal da Manhã (Rádio Rural AM) foi ao ar hoje, de 6 às 6h30, com as seguintes manchetes:

Tudo pronto para a ordenação episcopal de Gilberto Pastana.

Viaduto prejudica igarapé do Bueiro.

Municipalização da Cosanpa vira tema de seminário.

Perfuração de poços depende da liberação de recursos do governo federal.

Equipe do Ibama visita projeto da Alcoa em Juruti.

Pescador denuncia violência por parte da PM.

Práticas e irregularidades em Itaituba

Do leitor que se assina O Itaitubense, sobre a nota Avisos ao novo juiz de Itaituba:

Não estou aqui pra ser a palmatória do mundo.

Pelo contrário, tenho livre direito de me expressar da forma que queira e que acho que é correto, mas nunca quis ser o dono da verdade.

Em nenhum momento fiz qualquer relação do juiz com o vereador cassado, de forma nehuma.

Outra coisa: não tenho nenhum tipo de interesse pessoal com a vinda do juiz. Meu interesse é pela condução séria dos trabalhos judiciários em Itaituba.

Quem merece elogios, eu os farei. Mas quem não merece, vai padecer com minhas críticas, aliás acho que este espaço é para dar informação, dicas, críticas e expor idéias isso eu tô fazendo.

Quanto pegar pesado com o prefeito, pelo amor de Deus, quais são os trabalhos elogiáveis, se conseguir me mostrar algum e agradeceria.

Mas posso mostrar com falicidades falhas que, em se tratando de adminsitração pública, é pura incompetência. Senão vejamos:

* Demissão em massa de funcionários: se não tinha condições por que contratou?

* Extinção de várias secretarias e/ou não nomeando secretários para administrá-las;

* Substituição de técnicos por pessoas não qualificadas;

* Não cumprir com sua palavra com entidades (Sindicato dos Produtores Rurais, não ajudou e ainda queria cobrar impostos municipais; Sindicato dos Trabalhadores, não ajudou os expositores a participar de feira em Santarém);

* Não dar prioridade ao atendimento das comunidades que estão isoladas devido a seca do rio;

* Não ter ido buscar as cestas básicas que iriam atender essas comunidades;

* Ser conivente com irregularidades administrativa como, conceder dedicação exclusiva a quem não pode, pagar vantagens indevidas a alguns funcionários;

Enfim, qual a obra realizada na cidade de Itaituba pela atual administração?

Até tu, Sandra!

Cláudio Humberto:

Cheque furado

O PCdoB aplicou calote de R$ 15 mil no posto Chermont, em Belém (PA).

Cobrado pelo combustível usado na campanha de 2004, o partido mandou o comerciante “brigar na Justiça”.

Cópias dos cheques em poder da coluna.

Hora da volta por cima

Repórter Diário (Diário do Pará):

Camaradas

O ex-deputado Paulo Rocha não chegará sozinho, hoje, a Belém.

Ele desembarca acompanhado dos deputados Professor Luizinho e Devanir Ribeiro, ambos do PT de S. Paulo, e do deputado e ex-presidente da CUT, Jair Meneghelli.

Todos participam de encontro, à tarde, na Escola Salesiana do Trabalho, para dar largada à campanha de recuperação da imagem de Rocha, que renunciou, mas quer voltar ao Congresso nas próximas eleições.

Flagra

Cláudio Humberto:

Surpresa no aeroporto

Sebastião Ferreira da Silva Jr. esperava uma encomenda, no aeroporto de Belém (PA), despachada de Brasília no vôo 3448 da TAM: 160 ATPFs, autorizações (falsificadas) do Ibama para transporte de madeira.

Mas, no mesmo vôo, estavam os agentes da Polícia Federal que viajaram a Belém para prender os vigaristas. Sebastião foi o primeiro a ser algemado, é claro.

Frase do dia

A pior das sextas-feiras ainda é melhor do que a melhor das segundas-feiras...

Anônimo

quinta-feira, outubro 27, 2005

ONG cultural empossa diretoria

Será empossada neste sábado, 29, a primeira diretoria do Inka (Instituto Kauré de Pesquisa e Promoção do Patrimônio Artístico-Cultural da Amazônia).

A solenidade de posse acontecerá no prédio do Centro Cultural João Fona, às 19h30, com diversas apresentações artísticas.

A nova entidade é formada pelos integrantes do extinto Grupo Teatral Kauré (GTK), liderado pelo pedagogo e ator Alenilson Ribeiro, que há sete anos atua como grupo amador e tem como patrono o ator santareno Manuel Maria Duarte, o popular Kauré, já falecido.

A fundação, aprovação do estatuto e eleição da diretoria aconteceu no último dia 11. Entre os trabalhos do grupo, o mais famoso foi o espetáculo infantil “Os Saltimbancos”, sucesso de público e crítica apresentado ainda este ano na Casa da Cultura.

Agora, o grupo resolveu transformar-se numa ONG cultural, sem fins lucrativos, e investir na produção de eventos artísticos e culturais das 7 artes clássicas (Música, Poesia, Dança, Escultura, Pintura, Teatro e Cinema) em Santarém e região, baseada nos preceitos educacionais, ambientais e de inclusão social.

O Inka pretende criar 7 Núcleos de Artes, para debater cada uma destas artes e discutir propostas de incentivo, promoção e pesquisa destas. Dois núcleos já estão formados: Teatro e Dança, que serão compostos pelos atuais integrantes do GTK.

Entre os membros fundadores do Inka figuram também o artista plástico Laurimar Leal, a poetisa e educadora Leíria Rodrigues, o professor-doutor Anselmo Colares e o padre e advogado José Boeing, e o empresário Raimundo Silva (Raytec).

A primeira diretoria do Inka está assim constituída:

Presidente: Alenilson Antonio Mota Ribeiro (ator e pedagogo)
Vice-presidente: João (Jota) Georgios Ninos (jornalista, escrivão judicial e poeta)
1º secretário: Rosenilce (Nilce) Pires Corrêa (estudante e atriz)
2º secretário: Rosenira (Nira) Pires Corrêa (pedagoga e coreógrafa)
1º tesoureiro: Eliana Silva de Oliveira (contabilista e atriz)
2º tesoureiro: Márcia Adriana Lima Corrêa (bancária e atriz)

Fonte: Inka

Agenda

Agenda do prefeito em exercício Delano Riker, para amanhã:

07h30 – Café da manhã de encerramento do projeto de Resgate da Iconografia Santarena, no auditório da FIT.

08h00 – Solenidade de partida do contingente integrante da missão da Força de Paz no Haiti, no Cais do Porto.

09h00 – Exposição de resultados das oficinas de cerâmica, no Espaço de Arte da FIT.

11h00 – Programação em comemoração ao dia do Servidor Público, na sede do sindicato, no bairro do Aeroporto Velho.

14h00 – I Mostra de Dança das Escolas Estaduais, na Escola São Raimundo Nonato.


À noite, a Maria do Carmo reassume o cargo e cumpre os seguintes compromissos:

18h30min – Ordenação episcopal do Monsenhor Gilberto Pastana, na praça da Matriz.

22h00 – Jantar em comemoração à ordenação no salão social do Iate Clube.

Fonte: Assessoria de Comunicação/PMS

Oficinas para a BR-163

O Ministério do Meio Ambiente (MMA) realiza oficina para consolidar as ações para o plano de desenvolvimento sustentável na área de influência da rodovia Cuiabá-Santarém ( Plano BR-163 Sustentável).

A ministra do Meio AmbienteMarina Silva esteve presente hoje na abertura e destacou a importância da obra. "É o primeiro experimento de fazer uma estrada com governança na Amazônia."

Desde o anúncio da pavimetação da estrada há três anos, o MMA vem trabalhando para posicionar o investimento de forma a garantir o desenvolvimento regional sustentável.

Durante a oficina nos dias 27 e 28, no centro de convenção Israel Pineiro estarão presentes os dirigentes e técnicos do MMA, IBAMA e ANA com resposabilidade no tema.

A oficina pretende consolidar as políticas para implementação do Plano BR- 163 Sustentável e definir medidas prioritárias para garantir a qualidade e a eficiência das contribuições do MMA e vinculadas.

O processo do Plano da BR-163 já tem bons resultado como criação de aproximadamente 8,2 milhões de hectares de unidades de conservação e de um distrito florestal com capacidade de geração de emprego e renda.

"A sociedade não tem dúvidas quanto a BR-163, o ministério está comprometido com esse processo, pois é a única forma viável de promover a infra-estrutura na Amazônia.", esclarece a ministra.

A implementação do Plano BR-163 Sustentável visa o fortalecimento de políticas de gestão ambiental, associada à criação e implementação de áreas protegidas, a viabilização de oportunidades econômicas em bases sutentáveis e a consolidação de políticas de monitoramento e controle ambiental para coibir a degradação dos recursos naturais.

Fonte: Ministério do Meio Ambiente

Galanteio sinestésico

Patativa do Tapará, poeta da várzea, reaparece. Problemas com a seca? Desta vez para comentar, ao seu estilo, a nota Doces santarenos em Portugal:

----------------------

Plenipotenciária.
Assim, com todas as letras.
As letras que me fazem tão bem quando leio porque portuguesas.
Um som, um ritmo, diferente.
Helena, nossa embaixadora,
provadora, ponta do dedo e língua.
Êxtase. Saber do que vem aí,
sabor do doce da raiz,
portuguesa, com certeza.

Benedicto lança livro na região

O escritor Benedicto Monteiro inicia amanhã, pela cidade de Monte Alegre, seu périplo pela região, para levar aos leitores (professores notadamente) a sua mais recente obra, História do Pará.

História do Pará, com 264 páginas, fotos, ilustrações, disseca os fatos mais importantes deste Estado desde o período pré-colonial até nossos dias.

A obra, com selo da Editora Amazônia, chegou ao mercado com números digno de best-seller: 10 mil exemplares na primeira edição.

Veja o roteiro do autor de Verde Vagomundo:

- Monte Alegre: dia 28

- Alenquer: 29

- Óbidos: 31

- Santarém: 03/novembro

- Itaituba: 04

Mimo

Vai funcionar em prédio do ex-vereador Laudenor Albarado a nova sede do NRJ-1-STM. Traduzindo: Núcleo Regional de Justiça 1, com sede em Santarém.

O contrato de locação já foi devidamente assinado entre o dono do imóvel (muito bem votado na eleição de 2004) e o secretário estadual de Justiça, Ítalo Mácola, candidato declarado às eleições em 2006.

A Seju vai desembolsar R$ 2.500,00 por mês.

Medeireiros criticam portaria do Ibama

O presidente da Asimas (Associação das Indústrias Madeireiras de Santarém), Aldir Schmitt, criticou a forma como a presidência do Ibama volta a agir contra o setor florestal, ao determinar a suspensão do fornecimento de ATPFs – Autorização de Transporte de Produtos Florestais – nos estados do Pará, Rondônia e Maranhão, com reflexos imediatos na Gerência Regional de Santarém - que não foi atingida pela chamada operação Ouro Verde, da Polícia Federal, que prendeu 43 pessoas acusadas de venderem ATPFs falsificadas.

Através da Portaria nº 76, publicada ontem no Diário Oficial da União, o presidente do Ibama, Marcos Barros, suspendeu, por 30 dias, o fornecimento de ATPFs e cassou as credenciais dos servidores que atuam no sistema operacional daquele órgão. Com isso, todo o trabalho de análise dos processos para liberação de projetos de manejo, está suspenso, tendo, os gerentes regionais, 5 dias para indicar os substitutos.

Essa alteração, segundo Aldir, é muito prejudicial para o bom funcionamento da instituição que já enfrenta diversas carências para atender a demanda do setor produtivo florestal, já atingido por inúmeras medidas restritivas. Além disso, as ações relativas ao cumprimento dos objetivos do Ibama, ficam comprometidas.

O presidente da ASIMAS lembra que o setor vem enfrentando forte crise desde o ano passado por conta da emissão da Portaria Conjunta 010 (INCRA/MDA), que culminou com a suspensão de todos os planos de manejo que tramitavam na Gerência de Santarém.

“Agora, como naquela ocasião, o governo federal volta a nivelar por baixo todas as empresas do setor florestal, com medidas que não diferenciam as empresas sérias, de criminosos que fazem das agressões ao meio ambiente seu modo de vida”, destacou.

Juntando-se ao coro das demais entidades regionais, Aldir sugere que o Ibama reveja essas medidas – suspensão de ATPFs e de credenciais -, dando condições para que a Polícia Federal possa fazer o seu trabalho de investigação, mas que não seja necessária a paralisação de todo o setor por conta de crimes atribuídos a um pequeno grupo sob investigação policial.

Fonte: Asimas

Avisos ao novo juiz de Itaituba

Do leitor que se assina Josias Dias, sobre a nota Elogios:

Seja bem-vindo, Dr. Sílvio.

É um bom momento, em que parte dos representantes da justiça em Itaituba já deu provas que está agindo a favor dos direitos do cidadão e contra malfeitores (principalmente políticos compradores de voto, como é o caso do ex-vereador Peninha) e também contra criminosos (um número expressivo de júri popular).

Que o senhor venha determinado, inclusive, a esclarecer casos bastante obscuros deixados por outros juízes que por aqui passaram.

Cuidado também com pseudo-admiradores, que podem estar entre aqueles que tem alguma dívida com a justiça e estão prontos a recebê-los com os braços abertos, contando com uma benevolência comprometedora.

Me intriga um pouco e gera curiosidade com relação ao conterrâneo itaitubense: há algum tempo ele chegou a demonstrar simpatia pelo vereador cassado e agora chega a elogiar a vinda de um juiz, por achar que este é sério e isento.

As duas coisas não combinam conterrâneo: um malfeitor (o vereador cassado) e um defensor da lei (juiz). É uma química complicada de composição.

Pelo menos eu não acredito na mais remota possibilidade de uma comprometedora aproximação.

O certo é apostarmos juntos numa isenção em favor do direito do cidadão. É o que Itaituba precisa, inclusive que você peque mais leve no nosso prefeito, pois ele ainda tem pouco tempo de mandato (e até certo ponto alguns trabalhos elogiáveis) e é aliado e seguidor do vereador cassado que você em outros momentos chegou a defender.

Ajuda científica

O geólogo e consultor ambiental Jubal Cabral Filho elegeu o igarapé de Irurá, em Santarém, como tema de sua monografia no curso de especialização em Gestão Ambiental (Numa/UFPA).

É dele o recado abaixo:

Manaciais do Irurá

Especializando santareno em Gestão Ambiental necessita da colaboração espontânea de conterrâneos, munícipes adotados ou adotandos, mestres, doutores e, principalmente, cidadãos ambientalistas para envio de fotos antigas e recentes, mapas antigos e recentes, dados e literatura em geral sobre o Irurá para suplementar e complementar monografia sobre os mananciais do Irurá.

Em virtude de não haver ajuda financeira aara este trabalho, a colaboração será inscrita nos agradecimentos e com promessa de divulgação intensa em Santarém através de seminários e palestras sobre os temas: "Desenvolvimento Sustentável", "Licenciamento Ambiental", "Produção Mais Limpa" entre outros.

Contatos através de fones: (91) 32711080 (Residencial), (91) 32245899 (Trabalho) Ou (91) 99075704 ou os seguintes e-mails:

jubalambiental@yahoo.com.br, jubalgeologo@msn.com,

jubal.cabral@oi.com.br e

jubal.cabral-filho@ibama.gov.br

Debate sobre água

O secretário municipal Everaldo Martins Filho (Planejamento) participou do seminário “Acesso à Água: Direito de Todos”, realizado na manhã de hoje no auditório da escola São Raimundo Nonato, representando a prefeita Maria do Carmo, sua irmã.

O evento foi promovido pela Famcos (Federação das Associações de Moradores e Organizações Comunitárias de Santarém), em parceria com diversas outras entidades.

O gerente local da Cosanpa, Wsnand Ribeiro e representantes do Ibama, do Ministério Público Estadual e do Procon também participaram do encontro.

De acordo com a coordenação, o seminário foi uma oportunidade de discussão em busca da solução definitiva para a falta de água em Santarém.

Fonte: Assessoria de Comunicação/PMS

Doces santarenos em Portugal

Rita Lemos Soares, uma das melhores doceiras deste torrão, embarca amanhã para Portugal.

No Porto, ela fará doces ao vivo no shopping Brasília durante a Semana do Pará, que transcorrerá de 2 a 10 de novembro.

Peças do artesanato tapajônico e marajoara também serão expostas.

A iniciativa é da Paratur e da paraense Noris Moraes, que reside há anos no Porto.

Habituê deste espaço, a portuguesa Helena Morujão será a representante do blog no evento.

Elogios

Do leitor que se assina O Itaitubense, sobre a nota Promoção:

O Dr. Silvio César é um homem sério e responsável digno desta promoção para a 1ª Vara da Comarca de Itaituba, Quando por aqui passou deixou muitos admiradores de seu trabalho.

Agora vindo através de promoção, Itaituba poderá contar com um juiz isento de perseguições pessoais, pois não se deixa influenciar pelos(as) donos(a) da justiça de Itaituba.

Imagens de Santarém

Vista área de Santarém (PA).

Vista área de Santarém. A seca, intensa, desnuda a praia da Coroa de Areia, em frente à Capitania dos Portos. Fenônemo raro. Foto: Ronaldo Ferreira.

Plano Diretor em foco

Do leitor que se assina Marcelo, sobre a nota Lançado Plano Diretor de Santarém:


Jeso, sugiro que você transcreva para o blog os principais pontos do Plano para que os participantes (residentes e não residentes em Santarém) possam tomar melhor conhecimento.

Acho que não é tarefa fácil, mas não impossível.

--------------------

Comentário: Marcelo, não existe ainda PD. O que ocorreu foi o lançamento da proposta, que até maio de 2006, segundo o engenheiro Paulo Sérgio Campos de Melo, da coordenação geral do PD de Santarém, será materializada em projeto a ser entregue à Câmara Municipal.

Até lá, muita água, propostas e discussões vão rolar nos oito GTs (Grupos de Trabalho) que formam o arcabouço do PD - cada um representando um eixo temático: Planejamento, Educação, Meio Ambiente, Território, Infra-estrutura, Economia e Saúde.

O PD é, como você bem percebeu, Marcelo, de relevante importância para o município. E o blog pretende dá atenção especial ao tema.

Comissão apura fraudes no seguro

Uma comissão constituída por servidores da DRT (Delegacia Regional do Trabalho), de Belém, e da SPA (Secretaria de Pesca do Pará) continuam apurando as denúncias de corrupção no seguro-desemprego de pescadores na região.

As apurações estão concentradas nos municípios de Santarém e Prainha, onde até mototaxistas estariam sendo beneficiados com o seguro pago pelo Governo Federal.

Segundo o delegado do trabalho em Santarém, Carlos Edílson Matos, a comissão já concluiu os trabalhos na Colônia Z-31 dos Pescadores de Prainha, que teve também o pagamento do seguro bloqueado, como ocorreu com a Z-20, de Santarém.

Ontem, os auditores seguiram para o interior do município, onde estão verificando in loco se as pessoas que foram denunciadas são pescadores artesanais ou não.

Após esse serviço, um relatório vai ser enviado à DRT e outro para o Ministério do Trabalho, em Brasília.

O documento será apreciado pela corregedoria do Ministério do Trabalho, que vai dizer se o pagamento dos pescadores artesanais é legal. Caso isso aconteça, o pagamento será desbloqueado.

Fonte: Jornal da Manhã/Rádio Rural

Escaldado e água fria

Ancelmo Gois (O Globo):

Corre que vem cana

Um congresso de madeireiros em Belém foi esvaziado repentinamente ontem.

É que os madeireiros souberam da Operação Ouro Verde do Ibama, que prendeu 34 pessoas acusadas de falsificar a Autorização para o Transporte de Produtos Florestais.

Recepção

Repórter Diário (Diário do Pará):

No seu retorno a Belém, depois da renúncia, o ex-deputado Paulo Rocha será recebido, amanhã, por um séqüito modesto, no aeroporto.

Não é intenção de seu grupo fazer recepção ruidosa. À tarde, haverá plenária do PT, na Escola Salesiana. O futuro político de Rocha estará na mesa. Aí, sim, os termômetros vão medir o calor do apoio que ainda lhe resta.

Manchetes da Manhã

Na voz de Francimar Farias e Raik Pereira, o Jornal da Manhã (Rádio Rural) foi ao ar hoje com as seguintes manchetes:

Sindicato denuncia demissão de motoristas de ônibus.

Professores entregam Plano de Cargos e Salários.

Ténicos entregam relatório final sobre aterro sanitário de Perema.

Ramal de Ponta de Pedras provoca discussão entre vereadores.

Presidente do PDT critica movimento que defende apenas candidaturas locais.

Comerciantes, servidores públicos e domésticas estão na lista do seguro-desemprego dos pescadores.

Secretária de Educação participa do II Congresso Ibero-Americano.

Alenquer: comunidades recebem cesta básica.

Aumenta a pressão sobre a prefeitura para a construção de um novo cemitário.

Movimento pró-plebiscito foi recebido por Aldo Rebelo ontem à tarde, em Brasília.

Santarém será Zona Franca

O Pará terá três zonas francas, sendo uma no município de Barcarena, na região metropolitana; em Santarém, no oeste do Estado, e em Almeirim, na fronteira com o estado do Amapá, segundo o texto da Medida Provisória 255 aprovado na noite de ontem, no Senado federal.

O governador do Pará, Simão Jatene, teve participação decisiva para que o Pará fosse incluído na emenda do senador José Sarney (PMDB-AP), que criava uma super zona franca na Amazônia Legal, beneficiando os municípios de Macapá e Santana, no Amapá, Estado por onde José Sarney elegeu-se senador.

A criação da zona franca beneficiando o estado do Pará foi aprovada por 42 votos contra sete, e três abstenções, graças a uma emenda coletiva apresentada pelos senadores Luiz Otávio (PMDB), Ana Júlia Carepa (PT) e Flexa Ribeiro (PSDB) ao projeto do senador José Sarney, em tramitação no Senado desde 1999.

Simão Jatene veio à capital federal acompanhar pari passu todas as negociações para que o Pará não fosse discriminado pelo projeto do ex-presidente Sarney, que beneficiava apenas os dois municípios do Amapá. "A vitória foi do bom senso", comemorou o governador do Pará, após o resultado da votação.

Jatene precisou usar muitos argumentos para dobrar resistências no Senado da República. O senador Amir Lando (PMDB-RO), relator da Medida Provisória 255, que incorporou o projeto da zona franca apresentado pelo senador Sarney, não aceitava, em hipótese alguma, a inclusão de três municípios paraenses na emenda. Quando muito, admitiu que Almeirim e Barcarena fossem contemplados com zonas francas. "Senador, a inclusão de Santarém é absolutamente fundamental", argumentou Simão Jatene, mostrando que a região oeste do Pará precisa ganhar infra-estrutura e a zona franca abrirá caminho para que o maior município do Baixo-Amazonas seja beneficiado com a instalação de indústrias e a conseqüente geração de empregos.

Amir Lando, pressionado também pelos senadores paraenses, Ana Júlia, Flexa Ribeiro e Luiz Otávio, acabou acatando a sugestão e Santarém foi incluído na emenda, finalmente aprovada. "Assim que o projeto foi aprovado, liguei para a prefeita Maria do Carmo ( prefeita de Santarém), anunciando a boa novidade", contou Ana Júlia, ainda no plenário do Senado.

Fonte: Governo do Pará

Frase do dia

Nada separa as classes sociais no Brasil como a língua. Fora a renda, claro.

Luís Fernando Veríssimo.

quarta-feira, outubro 26, 2005

ATPFs serão suspensas amanhã

O governo publica no Diário Oficial da União de amanhã, 27, uma portaria do Ibama (Instituto Brasileiro do Meio Ambiente) suspendendo por até 30 dias o fornecimento de Autorizações para Transporte de Produtos Florestais (ATPFs) nos estados do Pará, Rondônia e Maranhão.

A portaria também descredencia os servidores que trabalham com sistemas de monitoramento e controle da movimentação de produtos florestais naqueles estados. Novos servidores serão indicados em até cinco dias.

A medida é preventiva e foi anunciada hoje pela ministra do Meio Ambiente, Marina Silva, como parte da operação Ouro Verde, que foi deflagrada hoje e já levou à prisão de 34 pessoas envolvidas com a fabricação, distribuição e venda de ATPFs falsas na Amazônia.

A operação também integra o Plano de Combate ao Desmatamento na Amazônia.

Uma ATPF é um "certificado de origem", emitida pelo Ibama e por estados conveniados como Acre e Amazonas para atestar a legalidade da madeira que circula no País.


Busca e apreensão

Participaram da operação mais de 400 pessoas, entre agentes da Polícia Federal, do Ibama e da Procuradoria da República. Ao todo, serão cumpridos 78 mandados de busca e apreensão no Pará, Maranhão, Tocantins, Mato Grosso, Goiás e Rondônia.

As investigações começaram em maio de 2003, quando o Ibama identificou 1.263 ATPFs "calçadas" (com valores adulterados). "O acirramento das medidas de controle leva as quadrilhas a desenvolverem novos meios para tentar driblar a fiscalização", disse a ministra Marina Silva.

O esquema desmantelado pelo governo contava com falsificações de alta qualidade, o que dificultou o trabalho da fiscalização. Uma gráfica de Goiânia (GO) produzia as ATPFs frias que eram enviadas de avião ao Mato Grosso, Pará e Rondônia. Em seguida, os documentos eram usados para transporte de madeira e carvão ilegais para o Maranhão e outros estados do Nordeste e da Região Sul.


Agências de veículos

Com autorizações falsas ou "calçadas", produtos retirados ilegalmente da floresta eram "esquentados". O dono e cinco empregados da gráfica já estão detidos. Os crimes cometidos infringem dez artigos do Código Penal e dois da Lei de Crimes Ambientais.

De acordo com a Polícia Federal, cada ATPF falsificada era vendida por até R$ 1,8 mil. No organograma da quadrilha estavam empresários que usavam agências de veículos e transportadoras como fachada para as fraudes, além de servidores públicos estaduais e até um ex-prefeito.

Para Marina Silva, o sucesso da Ouro Verde, a quarta grande operação de combate ao desmatamento ilegal na Amazônia desde o início de 2003, se deve ao esforço contínuo de fiscalização, investigação, punição e prisão dos envolvidos nos esquemas fraudulentos.

"Também é resultado do trabalho conjunto do governo, da instalação de bases operativas na Amazônia e do lançamento do novo sistema de monitoramento do desmate na região, o Deter", disse.

No entanto, conforme a ministra, é necessário avançar no desenvolvimento de alternativas que estimulem a produção legal de madeira. "Estamos atingindo a vértebra dessas quadrilhas, mas é necessário buscar alternativas como a do Projeto de Lei sobre Gestão de Florestas Públicas, que está nas mãos do Congresso", completou.

Fonte: Ministério do Meio Ambiente

Promoção


Por maioria de votos dos desembargadores do Pleno do Tribunal de Justiça do Estado, foi promovido hoje, para a 1º vara da comarca de Itaituba, em sessão ordinária, o juiz santareno Sílvio César dos Santos Maria.

Ele era titular da comarca de Medicilândia e disputou a vaga, em lista tríplice, com os magistrados Valdeíse Maria Reis Bastos, da comarca de Prainha, e Raimundo Rodrigues Santana, da comarca de Itupiranga.

A eleição aconteceu em votação direta e aberta, com os desembargadores justificando seus votos. Antes, a corregedora de Justiça do Interior, desembargadora Osmarina Onadir Sampaio Nery, apresentou relatório analítico sobre a produtividade dos magistrados concorrentes, dentre outros critérios levados em consideração para promoção de juízes.

Fonte: TJE-PA

Sorriso desafiador

Juvêncio de Arruda, publicitário, sobre a nota Consumidor:

Jeso, também acho a Dra. Silvana uma bela advogada, com todo o respeito, é claro.

E, a julgar pelos seus escritos, muito competente também.

Mas transfiro a outrem a chance de escrever sobre seu sorriso. Quem sabe um dos poetas?

Lançado o Plano Diretor de Santarém

A Prefeitura de Santarém fez o lançamento oficial nesta terça-feira, 25, do Plano Diretor Participativo da Cidade da Gente.

O evento marcou o encerramento do seminário “Pensar Santarém”, iniciado na segunda-feira, 24, no auditório da Ulbra.

O secretário municipal de Planejamento, Everaldo Martins Filho, que coordenou os trabalhos, disse que agora é o momento de as pessoas “se apaixonarem por Santarém”, já que o governo Cidade da Gente é voltado para a ampla participação popular.

“Nosso Plano agora será transformado em lei, o que representa um marco no nosso governo, fundamentado na Constituição Federal”, disse.

Participaram do lançamento do Plano Diretor Participativo os secretários municipais, o gerente regional da CEF, Rubson Santana, o diretor do Iles/Ulbra, Antônio Sanches, e representantes dos 15 grupos de trabalho.

Everaldo Martins lembrou que as pessoas interessadas em participar dos GT’s do Plano Diretor podem se inscrever no CIAM.

Fonte: PMS/Assessoria de Imprensa

Tem boi na linha

A nota Gasolina denuncia cartel suscitou mais dois comentários:

Do leitor que se assina Um maranhense em Itaituba:

Tardia, mas excelente a determinação do vereador Paulo Gasolina em agir a favor da população e contra os donos de embarcação que formaram um cartel, na linha de embarcações de Itaituba para Santarém.

De Santarém para Itaituba, os barcos não fazem concorrência porque serão impedidos de transportar passageiros na volta e assim terão prejuízo.

Acobertados pela tal da Arcon do governo do Estado e pela maioria dos vereadores na Câmara Municipal, os donos de embarcações abusam no péssimo serviço e nos altos preços.

Daqui para Santarém só viaja um barco por dia, dos que estão neste cartel, e o usuário não tem a oportunidade de contar com a concorrência em busca de um menor valor e melhores condições para sua viagem.

A Arcon, órgão regulamentador do governo estadual, entrou nesta apenas para acobertar o cartel. Pior é que donos de barcos e Arcon estão com a cobertura da maioria dos vereadores que se beneficiam com algumas passagens.

O serviço nesta linha é ruim, pequenos lanches são vendidos a preços altíssimos e até simples encomendas são cobradas a preços absurdos.

Quando havia concorrência e não tinha a Arcon, o preço das passagens era mais baixo, o serviço era melhor e até serviam um pequeno jantar e um bom café da manhã. Coisas que não existem mais.

Uma das embarcações pioneiras nesta linha, São Tomé, está proibida de fazer o transporte de passageiros, porque tentou viajar e fazer as passagens a preços mais baixos.

Sei dessas coisas por trabalhar como vendedor e utilizar com frequência esta linha.

E de O Itaitubense:

O vereador Paulo Gasolina é um dos poucos que tem tido uma postura em favor do povo, tem denunciado os desmandos do Governo Papagaio (fala, fala e não faz nada) e esse abuso que é a questão dos barcos aqui em Itaituba.

Recentemente fez denúncia ao Ministério Público sobre funcionários fantasmas que estavam lotados na secretaria da mulher do prefeito.

Pena que é voz solitária na Câmara, o resto é subserviente aos atos insanos do prefeito Roselito Soares.

Zona Franca no PA

No blog do Fernando Rodrigues:

O Senado discute neste momento a MP 255. É possível que seja aprovada ainda hoje. Vai criar uma Zona Franca no Amapá (defendida por Sarney) e outra Zona Franca no Pará. Há um impasse no momento, porque todos os outros Estados da região também querem criar uma Zona Franca.

Depois falta dinheiro para educação.

Leveza é tudo

Do professor Romy Eduardo, sobre a nota Avaliação dos hinos, de Helena Morujão:

--------------------

Concordo com o comentário de Helena sobre a reescritura do hino de Santarém.

Leveza é fundamental na poesia... Nossos poetas incipientes (ou insipientes?) têm abusado da pompa como manifesto em favor de seu próprio fazer poético.

Rebuscamento excessivo nem sempre revela competência. Nada de mais... é assim mesmo que se lapida a forma (fôrma?) de quem encanta com as palavras.

Parabéns a todos pelos textos.

Polpudo

O contracheque dos servidores públicos municipais de Santarém virá turbinado com 40% a mais este mês.

É a primeira parcela do 13° salário que Maria do Carmo antecipa.

Arcon, Roselito e Câmara

Do leitor que se assina O Itaitubense, sobre a nota Gasolina denuncia cartel:

----------------

Vocês já ouviram falar de ficar a ver navios, aqui em Itaituba ficamos a ver os barcos passarem por nós e não podermos viajar para Santarém e demais cidades da região.

Tudo por causa do cartel que está instalado em Itaituba e legitimado pela Arcon, que está por trás de toda essa situação.

Agora fico pensando: se já não bastasse a seca do rio, as insanidades da atual administração municipal, ainda temos que pagar um horror para viajar de barco. Meu Deus, aonde vamos parar!

O rio está seco e a barriga também, pois se vocês não sabem o prefeito de Itaituba, Roselito Soares, foi o único prefeito que não foi buscar as cestas básicas para serem distribuídas para as comunidades que estão em dificuldades devido a seca do rio.

Não é a toa que a população já o chama de prefeito papagaio, pois só sabe dizer, “com fé em Deus e graças a Deus nós vamos resolver isso”. Que grande piada!

Esperamos e acreditamos no Ministério Público que está atento às irregularidades desta administração, pois a Câmara de Vereadores, essa é a cozinha do prefeito, faz o que quer, mas acreditamos que isso não vai prevalecer e que essa administração não conseguirá chegar até a virada do ano!

Vá pra cima

Recado do publicitário Juvêncio de Arruda a titular do Isam (Instituto Sócio-Ambiental de Santarém), com base na nota Barulho (ler embaixo):

--------------

Luiza Fati: aperte o gogó dessa galera. Ninguém aguenta mais. E voces são pagos para cumprir a lei.

Arrestem os carros, prendam os ignorantes, montem blitzs regulares para inspeção dos carros.

Não se preocupem com o "barulho" que eles vão fazer.

A quase totalidade da opinião pública estará ao seu lado.

Boa sorte.

Baixou

O espírito da lesma paralítica baixou mais uma vez no meu canal de acesso à internet.

Que fazer?

Oremos, pois, aproveitando o clima sacro que se abateu sobre o blog nos últimos dias.

Gasolina denuncia "cartel"

O vereador Paulo Gasolina, do PFL de Itaituba, denunciou ontem no Ministério Público Estadual de um cartel entre proprietários de embarcações que fazem a linha entre Itaituba e Santarém e que contaria com o "apoio" da Arcon - Agência Estadual de Regulação e Controle de Serviços Públicos.

De acordo com o vereador, treze armadores se uniram e conseguiram uma liminar na Justiça que lhes dá direito de colocar apenas um barco na linha entre as duas cidades.

Os donos das embarcações, releva Gasolina, acabaram com a concorrência e aumentam quando querem o preço da passagem.

O vereador pretende derrubar a liminar ainda hoje no Tribunal de Justiça do Estado alegando que não existe fundamento para impedir a concorrência.

Segundo ele, quando algum empresário se arrisca em colocar um barco ma linha corre o risco de levar multa de 10 mil reais.

Fonte: Rádio Rural/Jornal da Manhã

Barulho

O Isam (Instituto Sócio Ambiental de Santarém) vai punir os motoristas dos carros de publicidade que provocam poluição sonora.

Quem garante é chefa do órgão, Luzia Fati, que mandou monitorar os carros em circulação, principalmente no centro comercial de Santarém.

Segundo ela, o instituto resolveu partir para a punição após fazer várias reuniões com a Associação dos Proprietários dos Carros Som de Santarém, desde o começo do ano.

Luzia diz que, quase todos os veículos foram cadastros pelo Isam e procuram obedecer aos decibéis determinados, mas apenas três motoristas que já foram identificados continuam abusando e provocando poluição.

A multa aos infratores varia entre 80 e 800 reais, dependendo dos decibéis extrapolados. Em média, pode ficar em torno de 300 ou 400 reais.

Luzia Fati informou também que o órgão está viabilizando formas de conter a poluição sonora praticada por carros particulares.

Fonte: Rádio Rural/Jornal da Manhã

Na agulha

Está pautado para sessão de amanhã do TRE-PA (Tribunal Regional Eleitoral) o julgamento o recurso contra a expedição do diploma de prefeita a Odeleida Souza, do PSDB e ao vice, Silvério Fernandes, de Altamira.

O autor do recurso é o ex-prefeito Domingos Juvenil (PMDB).

Tributária

A Prefeitura de Santarém, via Sefin (Secretaria de Finanças), abriu licitação para contratação de serviço técnico, especializados em assessoria e consultoria tributária.

Dia 23 de novembro, sai o resultado.

Consumidor

Amanhã, às 18h, a bela advogada Silvânia Franco, articulista deste blog, faz palestra no mini-auditório do Iles/Ulbra.

Vai falar sobre 15 anos do CDC [Código de Defesa do Consumidor]: conquistas e perspectivas.

O evento faz parte das comemorações dos 10 anos do serviço de assistência jurídica da faculdade.

Todos sintam-se convidados.

Omissos?

Da leitora que se assina Marlu, sobre a nota Escola santarena leva projeto à Argentina:

------------------

Jeso, será que a prefeita, a secretaria de Educação estão cientes desse evento? E ajudaram? Ou incentivaram o projeto? Tanto da escola São Francisco como de outras escolas do muncipio de Santarém?

E o Governo do Estado? Que incentivos eles têm paras as escolas e o voluntariado?

Perdão

Informe JB (Jornal do Brasil):

Habeas-corpus

Os senadores eleitos pelo Amazonas e o deputado Fernando Gabeira (PV-RJ) encaminharam ao TSE pedido destinado a livrar do pagamento de multa eleitores que não votaram no referendo do desarmamento devido à seca que castiga a Região Amazônica.

Avaliação dos hinos

Da leitora Helena Morujão (Lisboa, Portugal), sobre o desafio Reescritura do Hino de Santarém, que contou com a participação de oito pessoas: Nelson Vinnecci, Eládio Delfino, Celson Lima, Floriano Cunha, Leíria Rodrigues, Neucivaldo Moreira, Jota Ninos e Josué Vieira.

---------------------

Valeu demais tua iniciativa, acho que foi muito bom o desafio poético e teu blog continua sendo de muito sucesso.

É bom saber que tua terra é muito inspiradora.

Mas, só para nós dois :^D, eu tenho achado os poetas todos bons mas muito pomposos, excepto Floriano e Nelson.

Eles fazem hinos muito cheios e muito pesados, procurando evidenciar seus dotes e conhecimentos, procurando sempre por o que mais podem de representação da terra. Esquecem, a meu ver, que um hino deve ser algo leve, melodioso fácil de decorar, patriótico incentivo e representativo, mas não em excesso.

Eu, com seis anos apenas, tinha que cantar todos os dias na escola o hino português. Consegues imaginar a crianças de Santarém cantarem esses hinos tão carregados?

O de Neucivaldo é leve, mas poupou na poesia, não gosto do que ele diz.

O do Celson está pesado demais, muito carregado de letras. O do Nino tem filosofia a mais.

Floriano, não tendo feito um hino propriamente dito, deu sua emoção numa bela dedicatória que acho facilmente as crianças decorariam.

Mas meu poeta de eleição é : Nelson. Ele não compôs só a letra, mas também a melodia. Patriota, não esqueceu o país, não esqueceu a seca, não esqueceu a paisagem, deu-lhe as vossas belas cores, pôs o mistério do rio encantado, todo vosso misticismo, o encontro das águas, Amazônia e gratidão por aí ter nascido ou vivido.

Tudo envolto, na mais bela poesia melodiosa.

Diz lá se não sabe bem cantar (eu nem sei a música, mas sinto-a).

Tapajós azul do Brasil
Rega a terra alva vida que nos viu nascer

Tapajós qual ninguém, tem um amor Santarém

Destaques da Rural

Na voz de Francimar Farias e Raik Pereira, o Jornal da Manhã (Rádio Rural AM) foi ao ar hoje com os seguintes destaques:

FIT pede licenciamento ambiental para funcionamento do zoológico.

Equipe médica leva atendimento às famílias do Curuai.

Juruti: unidade móvel do INSS auxilia a população.

Vereador tenta derrubar liminar que autoriza consórcio de embarcações.

Definido o local da Conferência Regional de Meio Ambiente.

Isam promete punir motoristas de carro-som que provocam poluição.

Produtores rurais de Santarém/Miri resolvem trocar o plantio do coco pelo açaí.

Estado do Tapajós: movimento pelo plebiscito reúne hoje à tarde com presidente da Câmara Federal.

Comissão diocesana da pastoral familiar realiza encontro dia 30.

Na área

Rosa Fares, presidente do Sinpro/PA (Sindicato dos Professores do Pará), desembarca nesta quinta-feira em Santarém.

À noite, reúne com professores do Iles/Ulbra e Cristo Salvador.

...e a foto


Foto: Ronaldo Ferreira

O fato (que já sabíamos)...

Cláudio Humberto:

Vale-tudo

Já em campanha para 2006, o governador tucano do Pará, Simão Jatene, mandou reembalar em sacos (com a logomarca do Estado) as doações da Defesa Civil do governo federal aos flagelados da seca.

De volta ao trono

Ainda no Repórter Diário (Diário do Pará):

Novo Progresso

O prefeito Tony Fábio, de Novo Progresso, foi reconduzido ao cargo ontem, por decisão do TJE, em sentença proferida na sexta-feira, 21.

O tribunal analisou agravo de instrumento interposto contra a cassação de Tony, feita pelo juiz da Comarca de Novo Progresso, numa ação de improbidade administrativa apresentada pela Promotoria Pública, semana passada.

Atraso

A liminar ao agravo de instrumento apresentada pelo advogado santareno, José Ronaldo Dias Campos, não foi cumprida na segunda-feira, um dia útil após a decisão, por causa do feriado do Recírio. Ontem, Tony Fábio retomou a cadeira de prefeito.

Seco sobrevôo

Repórter Diário (Diário do Pará):

Ao decolar de Santarém, ontem à tarde, com destino a Belém, a prefeita Maria do Carmo pediu um obséquio ao comandante do avião: que fizesse um sobrevôo pela cidade e arredores para que ela avaliasse a dimensão da seca que castiga o seu município.

Foi gentilmente atendida pelo piloto, que voou baixo e sobre boa parte da região. A prefeita e todos os passageiros que a acompanhavam no vôo da TAM constataram que a situação é grave e desoladora.

Cenário alterado

Até a praia de Alter do Chão está quase irreconhecível. O tradicional cartão-postal de Santarém se transformou em extenso areal, sem água dividindo a orla da ponta de areia. As canoas que fazem a travessia de turistas perderam o sentido. Estão amontoadas a quilômetros da água.

Frase do dia

O que não me mata, me fortalece.

Nieztshche.

terça-feira, outubro 25, 2005

Americano prepara livro sobre borracha

Joe Jackson (foto), escritor norte-americano indicado cinco vezes para o cobiçadíssimo prêmio Pulitzer, esteve por toda semana passada na região.

Colhendo informações para o seu próximo livro, O ladrão do fim do mundo (título provisório).

O livro vai narrar a história de Henry Wickhman, inglês que, em 1876, levou 70 mil sementes de seringueira de Boim, distrito de Santarém, para Malásia, então colônia da Inglaterra, e que anos depois desbancou a Amazônia como maior produtora mundial de borracha.

A obra será lançada em 2007.

Joe, nascido na Virgínia, foi recepcionado pelos irmãos Serique (Gil e Cláudio, da Cultura Inglesa). Na escola, o escritor assistiu a um filme, pertencente a Cristovam Sena, sobre Fordlândia nos tempos áureos.

Foi a primeira vez que visitou a Amazônia. Sobre o seu interesse pelo tema, ele disse o seguinte ao blog:

- Sempre quis escrever algo que tivesse ocorrido em floresta tropical, na Amazônia. Uma das minhas histórias favoritas, quando jovem, era The hardness of darknesse, que deu origem ao filme Apocalipse Now. Também tenho interesse em ecologia e conservação ambiental. Além do mais, o Henry Wickman é um grande personagem.

Erros e acertos do padre

Do jornalista e estudante de Direito Alailson Muniz, sobre a nota Referendo sobre a dívida externa, do padre Edilberto Sena:

---------------------

A vitória do Não pode até significar que brasileiros queiram andar armado, mas somente um tolo acreditou mesmo que o Estado iria abrir essa decisão para consulta popular. Defendendo, como sempre fiz, a tese de que o referendo é e foi uma "farsa". Queria fazer algumas colocações sobre o Editorial do Edilberto. Antes quero deixar claro que não votei. Boicotei o referendo pedindo para sair da cidade.

Foi divulgada uma série de informações erradas por parte da mídia durante o referendo. Por exemplo, o que reza sobre quem deixa ou não de andar armado é o Estatuto do Desarmamento. E este, em nada mudaria quanto essa questão, vencendo Sim ou vencendo Não no referendo. Mas a mídia colocou para que o referendo iria modificar essa questão.

Passando aos comentários.

Achei infeliz a colocação do Edilberto quando ele diz que os adeptos vitoriosos do ‘Não’ "querem ter o direito de possuir arma de fogo para se igualar aos marginais, na capacidade de matar". A questão da defesa não está na competitividade de se igualar as atitudes do agressor e sim no impedimento da ofensa por intermédio da intimidação do autor através da manifestação do exercício do direito de defesa cumulado com a nivelação das forças.

Acho que o Edilberto se deixou levar pela emoção, pois nessa afirmação põe no mesmo copo pais de famílias, bandidos e outras espécies.

O referendo não era para decidir entre Violência e Paz. Dentre suas mil e uma utilidades que teve para o governo e os pequenos funcionários públicos que vivem de fraudes por exemplo, ele trouxe algumas contribuições.

Legitimou a primeira derrota da Globo durante toda sua história, mesmo não interferindo muito no seu negócio com a Glock. Também contestou a representação dos políticos, como salientou Edilberto.

Antes de fechar meu comentário, queria dizer Sim ao referendo sobre o pagamento da dívida externa. E vou mais além: defendo a auditoria da dívida para que o povo saiba como é que se ficou devendo, de onde sai o dinheiro e para onde vai.

E mais: que o dinheiro excedente e a cobrança ilegal de juros sejam devolvidos aos cofres do Tesouro Nacional pelo Fundo Monetário Internacional.

Essa medida sim terá implicações diretas e imediatas na vida do brasileiro e não será uma farsa.

De 1994 a 2004 o Brasil pagou R$ 1 trilhão em juros das dívidas externas e internas e o nosso país continua devendo mais de R$ 1 trilhão.

Agora, devemos cobrar de nossos candidatos para que eles coloquem em seus programas de campanha essa medida. Sem medo de ser tachado de comunista, de socialista ou de anarquista, pois como disse Che Guevara: "A vida de qualquer pessoa em qualquer lugar do mundo vale muito mais do que qualquer propriedade material".

Vamos ver!