www.flickr.com

Jeso Carneiro

Santarém (Tapajós, Amazônia) e cercanias - fatos, fotos e opiniões.



sábado, junho 30, 2007

Prefeita inaugura viaduto hoje

A prefeita Maria do Carmo (PT) encerra hoje, com a inauguração do viaduto (anel viário) e a duplicação de parte da rodovia Fernando Guilhon, as comemorações dos 346 anos de Santarém.

O viaduto terá o nome de Gerardo Monteiro, mestre de obras que por 24 anos residiu na cidade, e que trabalhou na gestão do ex-prefeito Everaldo Martins, pai da prefeita. Gerardo morreu em 1967.

A inauguração está marcada para as 18h. O cantor Pinduca fará um show na ocasião.

Com informações da Prefeitura de Santarém

Monte Alegre: atrações e encantos

As atrações turísticas de Monte Alegre são o foco principal do Conexão Oeste (TV Santarém/Band), que vai ao ar daqui em instantes, às 9h.

O programa é apresentado por Emanuel Júlio. Os destaques são os sítios arqueológicos do município, a cachoeira Vale do Paraíso, a vila dos índios Gurupatuba.

Emanuel também faz uma denúncia: o abandono em que se encontra a estação de águas sulforas da cidade.

Amanhã, o Conexão Oeste volta à tela. Reprise às 8h.

Butantan em Belterra

O Instituto Butantan se instala oficialmente na segunda-feira, 2, em Belterra.

A assinatura do convênio com a prefeitura do município será feita às 8h, no Palácio das Seringueiras.

[Pressionando aqui], você vai saber quais as atividades que o instituto irá desenvolver na cidade.

Ecos do AM

Manchetes de hoje de alguns dos principais jornais do AM:

# Batalha de gigantes [sobre a disputa dos bois de Parintis].
A Crítica

# Polícia prende 15 suspeitos de tráfico de drogas em Tefé
Diário do Amazonas

# É festa na floresta
Amazonas em Tempo

Imagens de Santarém

Foto: Ronaldo Ferreira
Procissão de S. Pedro 2007 (Santarém - PA)

Procissão de São Pedro singrando o rio Tapajós, realizada ontem à tarde em Santarém.

Veto e voz

Anderson Dezincourt comenta a pensata A propaganda enganosa das hidrelétricas, de Edilberto Sena:

Outro dia escutei o ex-governador do Pará, Simão Jatene, dizer: "Hoje o desafio na Amazônia não é explorar ou produzir preservando, é preservar produzindo".

Particularmente gostei do jogo de palavras, mas no seu governo não vi o tal "preservar produzindo". Não sou, como o padre Edilberto, totalmente contra as hidrelétricas. Penso que dá pra conciliar alguns projetos, desde que nós sejamos ouvidos, inclusive com direito a veto a qualquer projeto, e que o projeto viabilizado sirva realmente aos amazônidas, pois até agora as hidrelétricas que temos não serviram, por exemplo, para diminuir o preço da nossa energia.

Pagamos caro para que utilizem o nosso quintal, as nossas riquezas. Nesse ponto, concordo com o padre, o nosso grito continua preso na garganta. Na dúvida, pró-Amazônia.

Frase do dia

É fundamental, em qualquer situação processual, que as partes e os advogados tenham a exata compreensão do que é ponto pacífico (portanto, incontroverso) e do que é questão controversa (portanto, litigiosa).

Océlio Morais, juiz federal do trabalho, no artigo O juiz e o pré-julgamento.

sexta-feira, junho 29, 2007

PF prende quadrilha "ambiental"

A Polícia Federal deflagrou na manhã de hoje, 29, a operação Ouro Verde II, para prender uma quadrilha envolvida na falsificação de licenças ambientais. A ação acontece em Belém e mais dez cidades do interior do estado do Pará, além de dois municípios no interior do Maranhão.

Cerca de 140 Policiais Federais do Pará, de Rondônia e do Maranhão estão cumprindo 34 mandados de busca e apreensão, 24 mandados de prisão temporária, e 6 mandados de prisão preventiva.

As investigações policiais, iniciadas há seis meses pela Delegacia de Combate aos Crimes contra o Meio Ambiente e Patrimônio Histórico da Superintendência da Polícia Federal no Pará, apontam que os envolvidos teriam praticado vários crimes contra o meio ambiente.

O grupo estaria envolvido ainda em delitos como corrupção ativa, corrupção passiva, estelionato, inserção de dados falsos em sistema de informações e violação de sigilo funcional, dentre outros.

Esquentar madeira

As fraudes realizadas pelo grupo se davam de duas formas: uma era a inserção fraudulenta de créditos no sistema informatizado que permite a impressão dos Documentos de Origem Florestal – as DOF´s .

A outra era a impressão de grande número de DOF´s, onde constavam quantidades absurdas de madeiras e carvão a serem transportadas e/ou estocadas. Com isso, a quadrilha conseguia “esquentar a madeira” ou “lavar a madeira”.

[Clique aqui], para ler mais.

Fonte: PF

Pepino: questão de ângulo

Dois comentários ao post Sociólogo vai comandar Sagri:

Leitor(a) que não se identificou:
Posso até estar enganado, mas a Sagri, com essa nova coordenação, só irá produzir pepinos. É esperar pra ver!

Tibério Alloggio:
A Sagri graças as gestões anteriores tornou-se um grande abacaxi a ser descascado. Mais correto dizer que o Antonio José pegou um pepino, que, acredito eu, saberá tratar com todo o cuidado. Sucesso Antonio José!

Imagens de Santarém

Foto: João Ramid
Caldeirada (Santarém - PA)

Caldeirada de tucunaré, com batata, inclusive doce, e outros legumes. Coisa boa de Santarém (PA)

O juiz e o pré-julgamento

Quando o juiz emite o julgamento e quando ocorre o pré-julgamento no curso de audiências judiciais? A questão é vibrante e suscita debates. Oferecerei algumas idéias a respeito, pois são comuns, no processo do trabalho, protestos de advogados, alegando emissão de pré-julgamento – o qual pode ser traduzido numa frase: a antecipação do julgamento da causa pelo juiz antes mesmo da sentença.


A irresignação do advogado ou da parte ocorre quando o juiz, em audiência, inteirado da situação processual, emite opinião valorativa sobre provas antes mesmo do pronunciamento final em sede de sentença. Na concepção do advogado ou da parte, então, aquela opinião tem significado de pré-julgamento. (...)

Trecho do artigo semanal do juiz federal do trabalho Océlio Morais que o blog acaba de disponibilizar aos leitores.

O magistrado escreve todas as sextas-feiras neste espaço.

[Clique aqui], para lê-lo. Não deixe de comentar.


Ibama multa madeireira de Santarém

O Ibama/Santarém aplicou multa na madeireira Rancho da Cabocla, com sede em Santarém, no valor de R$ 1.785.475,40.

A multa refere-se a dois autos de infração. Um deles no valor de R$ 1.699.559,00, pelo fato da empresa ter em depósito 6.798,236 m3 de madeira sem a cobertura da documentação legal expedida pelo órgão competente.

O outro auto de infração no valor R$ 85.916,40 foi lavrado pelo fato da empresa ter vendido 859,164 m3 de madeira sem autorização legal.

A autuação foi realizada, segundo a assessoria de imprensa do Ibama, após uma intensa ação fiscalizatória na empresa que durou mais de quinze dias e constatou as irregularidades que culminaram com a aplicação das multas.

Operações

As ações do Ibama continuarão e serão intensificadas na região, objetivando a coibição de infrações desse tipo. Para isso estão sendo planejadas e executadas diversas ações com atuação em pontos estratégicos da região Oeste do Pará.

Recursos foram alocados e servidores de vários estados do país estão sendo convocados para viabilizar essas operações.

Boto vermelho

O deputado estadual Carlos Martins (PT) deve aposentar o boné que costuma usar pra proteger a exuberante careca.

Ganhou no início da semana um chapéu do tipo panamá. Presente de um amigo. No primeiro passeio com o novo acessório, despertou olhares femininos de cobiça.

A médica Walda Martins, sua esposa, já pensa em limitar o uso do panamá só para quando ela estiver por perto.

Odair navega rumo ao AM

A lancha que conduz o vice-governador Odair Corrêa (PSB) para Parintins (AM), onde vai assistir ao Festival dos Bois, deu uma parada técnica hoje de manhã em Juruti.

Ele aproveitou, então, para participar da sessão de encerramento do legislativo local, encerrada há pouco instantes.

Odair Corrêa singra neste momento o rio Amazonas na companhia de pesos pesados do PIB paraense: os empresários Alaci Corrêa (rede de supermercados Nazaré), João Rodrigues (supermercados Líder) e José Maria (supermercados Formosa).

Fora da lei

Um selo de segurança (nº 000643803) enviado pelo TJ (Tribunal de Justiça) do Pará para o Cartorio Extrajudicial do 2º Ofício de Santarém tomou outro rumo.

E ninguém sabe qual. Por isso, o tribunal já tratou se considerá-lo inválido para fins legais.

Henrique na TV

O Opinião (TV Santarém/Band) leva ao ar hoje uma entrevista com o prefeito Henrique Costa (Juruti).

Nela, ele fala sobre os preparativos da maior festa folclórica do município (Festival das Tribos), da presença da mineradora Alcoa no município e da eleição do próximo ano.


O programa irá ao ar às 12h30, logo após o Patrulhão da Cidade.

Cacique

O vereador Luiz Alberto cansou de ser índio nos diversos partidos em que militou. E não foram poucos.

No PP (ver nota abaixo), pela primeira vez na sua carreira política, será cacique.

A comissão provisória do partido, hoje sob o comando do agrônomo Sérgio Campos, será dissolvida, e eleito o diretório municipal legalmente constituído, cujo comandante será o quase ex-peemedebista Luiz Alberto.

Adeus, PMDB!

Quando agosto chegar - negociações neste sentido estão bem avançadas - o vereador Luiz Alberto (PMDB) deve voltar à Câmara Municipal de Santarém trajando a camisa de um novo partido.

A do PP.

O morubixaba do partido no Pará, deputado federal Gérson Peres, já avalizou o ingresso do novo militante.

Ecos do AM

Manchetes de hoje de alguns dos principais jornais do Amazonas:

# Lula lança PAC em Manaus
Amazonas em Tempo

# Dez mil invadem um terreno na AM-010
Diário do Amazonas

# Movimentação de cargas tem declínio de 3%
Jornal do Commercio

Cassinos

Da leitora Mariana Tavaves, sobre o post Sedução verde:

Admiro o trabalho do Dr. Erik Simões... e sua posição em relação a questões como o não funcionamento do hospital regional... e as ligadas ao meio ambiente... uma vez por meio desse blog li um comentario do médico sobre a vigilia da qual ele fez parte... se não me engano dia 04/04.

"Só terão direito a voz as pessoas que já passaram por dificuldades de saúde. Pessoas comuns para qual o hospital deveria já estar trabalhando e que não fazem parte de nenhuma “frente política”. Não haverá brecha para os “espertalhões”. Se houver algum político por lá vai ter que se contentar em ficar em baixo, só ouvindo. Pode até rezar, mas baixinho. Desta vez, o “palanque” será nosso. Fora essa exigência popular, a manifestação deve ser totalmente democrática."

Um líder nato, penso que o Dr.Erik tem um potencial muito grande e é muito melhor fazendo o seu trabalho como médico do que se juntando a esses "cassinos" de troca de interesses e poder que são partidos politicos! Mas, enfim, ele que sabe!

Luto

É com pesar que o blog anuncia a morte ("por inanição financeira"), ocorrida hoje, de um dos melhores sites da blogosfera brasileira.

[Pressione aqui], para ler a nota fúnebre.

Sempre ela

A empreiteira Martop Construções Ltda não perde a majestada na Calha Norte.

É ela quem realiza, desde o mês passado, o asfaltamento de várias ruas em Monte Alegre. Vai embolsar pelo serviço exatos R$ 179.149,26.

Pagamento sai hoje

A partir de hoje, a prefeita Maria do Carmo (PT) realiza o pagamento dos servidores municipais do mês de junho.

Além do salário, será pago 40% do 13°.

Os servidores da área de educação recebem ainda 1/3 de férias.

Feriado

A partir das 12h, entra em vigor em todas as repartições da Prefeitura de Santarém o chamado "ponto facultativo".

Deve-se aos festejos de São Pedro.

Com informações da Prefeitura de Santarém

Toque de racionalidade

A pensata A propaganda enganosa das hidrelétricas, do padre Edilberto Sena, suscitou o comentário abaixo, de Tiberio Alloggio:

Acredito que o debate sobre a questão das hidrelétricas esteja mal posto na forma apresentada pelo editorial do padre Edilberto. A forma simplista “pro ou contra” impede de tratar o problema de forma racional.

Permito-me de levantar alguns questionamentos sem (ainda) tomar partido. Há duas questões centrais que tem que ser analisadas e discutidas para poder ter uma visão mais objetiva e aí sim definir uma posição de mérito.

1) A primeira é que não podemos pensar a Amazônia (brasileira) como se fosse um corpo estranho ao Brasil, ou uma sociedade separada. A Amazônia Brasileira faz parte sim do Brasil e sua integração e seu desenvolvimento precisam ser debatidos no conjunto das políticas nacionais. Ademais, no Brasil são mais de 20milhoes as pessoas que ainda não tem acesso à energia produtiva, e a grande maioria reside na Amazônia. (...)

[Clique aqui], para ler o comentário acima na íntegra.

Frase do dia

Essa "estória" do deputado Vic é para boi dormir. Em vez de basofiar sobre o foro privilegiado e tal... ele deveria propor a alteração da lei. Só aí acreditaríamos nele. Fora disso, ele faz demagogia para aparecer na mídia.

Ubirajara Bentes, advogado, sobre o post Contra o foro privilegiado.

quinta-feira, junho 28, 2007

Imagens de Santarém

Foto: João Ramid
Pescador (Rio Arapiuns - Santarém - PA)

Pescador, sua canoa e o rio Arapiuns, afluente do Tapajós, como cenário.

Avanço

No site de Cláudio Humberto, há pouco:

Internet supera jornais e revistas no Brasil

Depois da televisão e do rádio, a internet é o terceiro meio de comunicação mais procurado pelos brasileiros, segundo pesquisa nacional do Instituto Sensus, que ouviu duas mil pessoas entre 18 e 22 deste mês. A tevê é o meio mais procurado - 69,3%. Depois o rádio - 14%. A internet vem em seguida com 9,4%. Em quarto lugar os jornais - 5,4%. As revistas, em quinto - 0,9%.

Mais uma chance

Negão, aquele rapaz envolvido numa invasão de terras publicas em Juruti, não compareceu à delegacia na tarde de hoje para prestar depoimento à Polícia Civil, conforme o combinado.

Foi intimado outra vez há pouco. Se não aparecer amanhã de manhã, será preso - avisou o delegado.

Saudade como traveco no viaduto

Desde que entendo por gente ouço a palavra saudade, uma saudade aqui e outra acolá sempre foram boas para uma memória em pane – pensativa.

Nas conversas diárias com meus amigos de esquina ou da universidade sempre ouvia uma história que remontava uma época atrás, que nas palavras do contador soavam distantes daquela realidade que abordava. Por exemplo, se o indivíduo começava falando sobre um fato que aconteceu 5 anos atrás, o locutor não dava importância a este lapso de tempo e com isso continuava sua história. (...)


Trecho do novo artigo do escritor santareno Josué Vieira que tem como a saudade como tema.

[Clique aqui], para lê-lo. Não deixe de comentar.

Mirante vai ter bondinho

É um bondinho ("funiculaire", em francês) parecido como esse da foto que será colocado ao lado da escadaria de acesso do Mirante do Tapajós, para transporte das pessoas (não só deficientes físicos) que não quiserem encarar os 61 degraus.


Quem revelou ao blog há pouco foi o engenheiro Carlos Eduardo Mendonça, titular da Saneng, empresa responsável pela obra.

A previsão é que em dezembro o bondinho entre em operação.

Encantada

Rogéria Almeida, jornalista, também já subiu os degraus ("são 61 e não 60", afirma a bela) da escadaria que dá acesso ao Mirante Tapajós.

Ficou embasbacada com a obra.

Contra o foro privilegiado

Do deputado federal Vic Pires (DEM), numa das caixinhas de comentários do blog Quinta Emenda:

- (...) foro privilegiado. Isso sim é que a imprensa deveria bater 24 horas por dia, para que todos, inclusive eu, fossem julgados em pé de igualdade com todos os cidadãos brasileiros. Desde já, registro o meu voto favorável ao fim dessa mordomia jurídica.

-------------------------

Nota do blog: O esposo da simpática ex-governadora paraense Valéria vai acabar, desse jeito, arranjando sarna pra se coçar dentro do DEM.

Estado regionalizado

As digitais do deputado Carlos Martins (PT) estão presentes na LDO (Lei de Diretrizes Orçamentárias) de 2008, aprovada na última segunda, 25, na Alepa (Assembléia Legislativa do Pará).

Duas emendas de autoria do parlamentar santareno foram incluídas no texto final da matéria.

As duas com um só propósito: regionalizar o governo estadual.

Ex-Veja

Jornalista residente em Itaituba, Jota Parente comenta a pensata Jornalismo e linchamentos, de Samuel Lima:

Meu caro Samuel,

São artigos, os quais tenho lido, são sempre muito bem produzidos. Mas, nesse você conseguiu ser muito melhor. Sua análise é corretíssima a respeito do linchamento que a imprensa promove e cada vez com mais assiduidade.

Da próxima vez que você escrever sobre o assunto, por favor inclua o caso Ibsen Pinheiro, brilhante político gaucho, na época ( na década de 90) presidente da Câmara Federal, que a Veja, irresponsável e premeditadamente acusou de ter uma pequena fortuna em sua conta, quando na verdade tinha uma merreca.

A revista sabia que a informação era mentirosa, pois o repórter ligou para a redação na noite que a edição estava sendo fechada. Mas, o editor-chefe disse que a capa que custara 120 mil dólares e não podia ser jogada fora. Desde então recusei-me a continuar sendo assinante dessa revista.

Não é só a Veja que faz isso. Mas, considero que ela é a pior de todos os grandes veículos.

A Cerpa é nossa. Inclusive do PT

Na coluna Repórter 70 (O Liberal), hoje:

Incentivo

Alvo da campanha petista em 2006 e de processo movido pelo Ministério Público, sob a acusação de crime contra a ordem tributária, e de negociata em 2002, para formação de caixa 2 à eleição de tucanos, a Cerpasa ganhou agora do governo petista os mesmos 95% de crédito presumido de ICMS questionados em palanques e tribunais. É concessão sem aval - ontem e hoje - do Confaz, que não legitima a 'guerra' fiscal.

Sociólogo vai comandar Sagri

Sai o engenheiro agrônomo João Figueira, e entra, nos próximos dias, o sociólogo Antônio José Bentes no comando do escritório regional da Sagri (Secretaria de Estado de Agricultura) em Santarém.

O novo ocupante do cargo, diferente do ex, não é servidor do órgão. Ele vem da ONG Ipam (Instituto de Pesquisa Ambiental da Amazônia) em Santarém - entidade à qual está ligada a secretária de Estado de Pesca, a santarena Socorro Pena.

Socorro milita na tendência petista Unidade na Luta (do deputado federal Paulo Rocha), que bancou a indicação de Antônio José para direção da Sagri no Oeste do Pará.

Invasão de terras em Juruti

Tem político envolvido na invasão, orquestrada e ocorrido sábado passado, a uma área do patrimônio do município de Juruti, no bairro de São Marco. No local, serão construídas 500 casas populares.

Hoje à tarde, o delegado vai ouvir um rapaz conhecido por Negão, detido pela Polícia Civil depois de denúncia do chefe da Guarda Municipal, João Paulo Vieira.

Negão prometeu, às 16h, declinar o nome de todos os patrocinadores da invasão.

Cristovam na TV

Cristovam Sena, engenheiro florestal, é o entrevistado de hoje do Opinião (TV Santarém/Band).


O programa, dirigido pelo videomaker Jorge Mário Cohen, vai ao ar logo mais às 12h30, logo após o Patrulhão da Cidade.

Diretor-proprietário do ICBS (Instituto Cultural Boanerges Sena), Cristovam explicita as suas idéias sobre, principalmente, a questão ambiental.

Adeus, PT!

Quando retornar de Belém, na próxima semana, o jornalista Jota Ninos irá se submeter a uma, digamos, sessão de descarrego político-partidário.

Entrará com o pedido, junto ao diretório municipal, de desfiliação do PT, no qual militou por 25 anos.

O desencantamento total com o partido o levou a tomar tal decisão.

Junto com o pedido, Ninos anexará uma carta explicando tim-tim-por-tim a sua iniciativa.

Cidadania planetária

De Magnólio Oliveira, sobre o post Líder do PV da Itália em Santarém:

Quando aparecem os comentários podemos avaliar o quanto desinformados são alguns "medíocres" da nossa cidade. Deveriam ao menos procurar se informar sobre o que é o PV e sua força nos países europeus. Política se faz construindo parcerias e costurando alianças. O povo é quem deve ser beneficiado.

O líder do PV, Bonelli, há anos frequenta e contribui com a construção da cidadania planetária e com a causa amazônica. Nosso progresso tem que ter várias dimenssões: econômica, social, política, cultural e ambiental, e não a mesquinharia de uns grãos de soja que beneficiam a uma minoria.

Câmara enterra voto em lista

Da Agência JB, hoje:

Depois de rodadas e mais rodadas de negociações, inúmeros impasses entre parlamentares e partidos e 346 propostas de emenda, a Câmara dos Deputados rejeitou, por 252 votos contra 181, com três abstenções, um dos principais pontos da proposta de reforma política, o voto em lista pré-ordenada pelos partidos.

Com a decisão, o eleitor continuará votando diretamente no candidato de sua preferência, como atualmente.

Para muitos parlamentares, o resultado vai provocar o aniquilamento da proposta de financiamento público para as campanhas, enterrando de vez qualquer perspectiva de reforma política a curto prazo.

[Clique aqui], para ler mais.

[Clique aqui], para ler comentários de leitores do blog sobre o tema.

A propaganda enganosa das hidrelétricas

Comentário/ editorial do padre Edilberto Sena no Jornal da Manhã (Rádio Rural AM), do último dia 26:


Antigamente os de fora chamavam a Amazônia de "inferno verde", por causa do clima, insetos, cobras e piranhas. Mais recente, durante a ultima ditadura militar, um general chamou-na de “terra sem gente que foi oferecida de graça à gente sem terra”. Duas afirmações bastante ignorantes e preconceituosas. Neste chamado "inferno verde", há séculos já vivia bastante gente, de bem com vida. Mais de 100 povos aqui viviam.

Hoje, a Amazônia se torna um inferno para os 23 milhões de habitantes, e paraíso para multinacionais do sul e do estrangeiro. Não por causa de piranhas, jacarés e piuns, mas por causa dos governos federal e estadual que garantem espaço a invasores que chegam aqui para saquear as riquezas da região, destruindo a vida aqui existente.

Entre os invasores, está o próprio governo federal com sua obstinação perversa de construir grandes hidrelétricas na região. São dez grandes usinas planejadas para serem construídas na Amazônia, além de outras menores.

Só aqui no Pará, o plano perverso federal, aplaudido pelo governo estadual e políticos insensatos, incluiu até agora: uma usina em São Luiz do Tapajós, uma, mais em cima, no rio Teles Pires, outra em Belo Monte do Xingu, mais uma em Marabá, além de uma em Cachoeira Porteira e mais outra na cachoeira Santo Antonio do Jari, esta já dentro do Amapá, no limite com o Pará, próximo a Monte Dourado.

Para que tantas usinas hidrelétricas? Para o crescimento econômico, diz o presidente. Para o progresso, dizem outros. Para quem vão servir essas grandes obras? Primeiro vão servir às grandes empreiteiras construtoras, depois vão servir às grandes empresas mineradoras, indústrias do Sul e de Manaus.

Por que as populações amazônidas mais esclarecida estão contra? Porque são elas, ribeirinhos, indígenas e pobres que serão expulsos de seu habitat, perderão o ganha pão e serão atingidos pelas barragens.

A propaganda enganosa do governo e seus bajuladores, inclusive políticos da Amazônia, fala de progresso, crescimento econômico, sem dizer que o custo de vidas e meio ambiente será devastador. As florestas que ainda existem serão alagadas pelas imensas barragens, as populações serão expulsas de suas terras e, aí sim, a Amazônia vai se torna o real inferno líquido para os nativos e biodiversidade da Amazônia. Tudo em nome do pregresso e do PAC do presidente e sua ministra do Planejamento.

Hoje, a praga maior na Amazônia é o próprio governo brasileiro, que viola os direitos de 23 milhões de amazônidas. E ainda há gente por aqui dizendo que se não somos capazes de explorar as riquezas para nosso benefício, que deixemos que os “inteligentes” as explorem.

Investimento

Na Coluna Bacana, de Marcelo Marques (Diário do Pará):

Nazaré

Aproveitando o convite do vice-governador, Alaci Correa estará neste dia 27 em Santarém e aproveita para analisar a cidade e suas possibilidades de receber uma unidade do Grupo Nazaré.

Boi e boi

Fonte: JB

Faxina do Nery

No site de Cláudio Humberto, hoje:

É hoje

O senador José Nery (PSOL-PA) protocola hoje, às 11h, sua representação no Conselho de Ética contra o senador Joaquim Roriz (PMDB-DF).

Vísceras à mostra

O post Ortopedista faz esclarecimentos provocou o comentário abaixo, do advogado Helenilson Pontes:

O esclarecimento do Dr. Eros apenas expõe as vísceras da vergonha que é a saúde pública em Santarém e o desprezo com que são tratados aqueles que necessitam de atendimento de saúde pública e gratuita como impõe a Constituição Federal.

A utilização do procedimento de "sobreavisos" é uma vergonha que merece, inclusive, a intervenção do Ministério Público. É como se a dor pudesse esperar.

Como disse o Dr. Eros, a solução do problema só depende do Poder Público Municipal. Será que alguma autoridade municipal, em estado de emergência e sofrendo dor, ficaria calmamente aguardando no Pronto Socorro a chegada de um médico de sobreaviso?

Frase do dia

Acho que o maior problema no momento seria convencer o renomado neurocirurgião a aceitar tal desafio. Motoqueiros, jipeiros, sojeiros, grileiros, ou seja, todos os outros "eiros" se cuidem.

Leitora que se assina Candidata a primeira-dama, sobre a candidatura a prefeito do médico Erik Jennings.

quarta-feira, junho 27, 2007

Mudanças estruturais

No site O Eco:

Tamanho novo

A secretaria de tecnologia e meio ambiente e do Pará, que tem cerca de 400 funcionários passa por uma cirurgia. Ao final, perderá sua dimensão tecnológica, mas em compensação triplicará de tamanho para se dedicar apenas a cuidar da natureza. Projeto de lei modificando a estrutura desta e outras secretarias está correndo na Assembléia Legislativa e pela contas do executivo estadual, deve ser aprovado até agosto.

Promessa

O projeto de lei reformulando as estrutura administrativa de diversas secretarias de governo do Pará prevê, para a nova secretaria do meio ambiente (Sema), a criação de 36 cargos comissionados, sonho de 10 entre 10 políticos brasileiros, que sempre enxergam nessa função um meio de ajudar o bolso de seus aliados. Valmir Ortega, titular da pasta, reconhece os riscos de ter tantos postos de confiança.

Mas diz que foram a única alternativa futura encontrada para preencher cargos importantes na sua estrutura, como as chefias de Unidades de Conservação. E garante que a governadora Ana Julia Carepa prometeu, e vem cumprindo, que não faria indicações políticas para sua secretaria.

De saída

Tem gente graúda do PMDB local arrumando as malas.

Pretende cantar de galo noutra freguesia.

Falácia vira pó

Rodrigo Luís, o garoto da foto ao lado, aparece aqui para implodir uma falácia: a de que o blog é recanto de adultos. Só adultos.


Leitor assíduo deste sítio virtual, ele, santareno de 13 anos, que cursa a 8a. série em Manaus, onde mora há 9 anos, desmascara essa mentira. É verdade que chegou até aqui por influência dos pais Hideraldo e Ana Cristina Vasconcelos, ambos também nascidos em solo tapajônico.

Rodrigo, no entanto, acabou tomando gosto pelo blog, e nos honra com a sua presença quase todos os dias.

Aprecia principalmente as fotos - "são muito lindas" - da seção Imagens de Santarém. "Minha mãe gosta de ler os artigos de um velho amigo chamado Samuel Lima", revela.

Domingo, de férias, ele e seus pais desembarcam na cidade, para saboreá-la. Desta vez, na real. Tão real quanto a presença entre nós - Rodrigo é a prova - de inúmeros baixinhos e baixinhas.

Fim de curso

Nas mãos do signatário do blog, o convite para a formatura da 1a. turma do curso Gestão de Jornalismo, da FIT (Faculdades Integradas do Tapajós).

A colação será na sexta, 29, no auditório da faculdade.

A turma leva o nome de "Professora Nair Lima" e tem como patrono o deputado Carlos Martins (PT). Ivan Monteiro é o orador.

Ideflor em Óbidos

Sexta-feira, a diretora do Ideflor (Instituto de Desenvolvimento Florestal do Pará), a santarena Raimunda Monteiro, vai estar em Óbidos, revela a Agência Pará, para participar de um seminário promovido pelos trabalhadores rurais daquele município.

Ela vai ministrar a palestra Desenvolvimento Sustentável - Gerenciamento de Assentamentos.

Segurança ao turista

O deputado estadual Antônio Rocha (PMDB) quer a implantação de um pelotão da PM, especializado em atendimento e segurança ao turista, em Santarém.

Para isso, fez ontem a solicitação, via Alepa (Assembléia Legislativa do Pará), para a governadora Ana Júlia (PT) e ao coronel-comandante da PM paraoara Luiz Ruffeil.

Laqueadura: TRE julga Sefer

O TRE (Tribunal Regiona Eleitoral) do Pará julga amanhã, 28, a ação, ajuizada pelo Ministério Público Eleitoral, contra o deputado reeleito Luiz Afonso Sefer por suposto crime eleitoral na campanha do 2006.

Médico, Sefer teria, segundo o MPF, se oferecido a realizar laqueaduras em mulheres em troca de votos no primeiro semestre do ano passado.

O modus operandi consistia no seguinte: o deputado promovia reuniões com mulheres da periferia da região metropolitana de Belém e oferecia cirurgias de laqueaduras, realizadas no Hospital de Clínicas de Ananindeua, de propriedade de Sefer, e pagas pelo SUS (Sistema Único de Saúde). Em troca, pedia votos.

O relator do processo é o desembargador João Maroja.

Eleito pelo PFL (hoje DEM), Sefer foi enquadrado em crime de abuso de poder econômico, e pode perder o mandato.

Fumaça

O Cartório Extrajudicial de Almeirim está sob investigação.

Quem comanda os trabalhos, sob o patrocínio do TJ (Tribunal de Justiça) do Pará, é Alan Meireles, juiz da comarca daquele município.

Ele tem 30 dias, a contar do último dia 21, para concluir a sindicância.

Morre viúva de ex-governador

Morreu na noite de ontem, por volta das 10h30, em Santarém, a senhora Beatriz Lalor Imbiriba. Estava com 99 anos.

Escritora, ex-articulista da Gazeta de Santarém, Beatriz Lalor era viúva do coronel Mário Fernandes Imbiriba, que foi governador de Fernando de Noronha de agosto de 1945 a setembro de 1951.

Os dois são avós maternos do ex-prefeito (1993-1996) e atual vereador Ruy Corrêa (PMDB).

Festival das Tribos

A governadora Ana Júlia Carepa (PT) empenhou a palavra ao companheiro-prefeito Henrique Costa (PT): o Governo do Estado vai repassar, via Prefeitura de Juruti, R$ 100 mil para as duas tribos folclóricas da cidade.

Lista em debate

O jornalista Elio Gaspari partilha da mesma opinião do advogado Helenilson Pontes no tocante ao voto em lista, proposta incluída na reforma política.

Jota Ninos, jornalista, e Tibério Alloggio, sociólogo, discordam dos dois. E o debate, o bom debate, ressalta-se, foi instaurado.

Líder do PV da Itália em Santarém

Líder do PV na Câmara dos Deputados da Itália, Angelo Bonelli (foto), 42 anos, tem chegada prevista para amanhã em Santarém.

Vai reunir com lideranças santarenas ligadas ao movimento ambiental. Em pauta, a realização de um seminário, na cidade, com parlamentares verdes de toda Europa, sobre os impactos dos grandes projetos na Amazônia e o aquecimento global.
Nascido em Roma, Bonelli foi empossado em abril do ano passado no parlamento italiano.
PS.: Para cortar a boataria pela raiz: Não, o deputado não vem para abonar a ficha de filiação ao PV do médico Érik Jennings.

Matar a sede... da terra

Desembarcou hoje cedinho na cidade a jornalista Markilze Pereira, atualmente na TV A Crítica (SBT), de Manaus.

Vem buiar nas águas do Tapajós, rever familiares e amigos.

Ex-TV Tapajós (Globo) e Rádio Rural AM, Markilze fica por aqui até o dia 2.

Verdes e Erik

O ensurdecedor post Sedução verde suscitou o comentário abaixo, do publicitário Eduardo Dourado:

Acho que o PV está acima dessas pessoas que comandam ele neste momento. Quem sabe, Erik, você, filiado, não possa trazer pessoas melhores para lhes acompanhar. O PV santareno tem um Magnólio que, embora esteja afastado, pode voltar à ativa, e outras pessoa que no meu tempo de verde eram filiadas.

Acho a sigla PV uma grande marca eleitoral, principalmente junto à juventude, que maioria, com grande possibilidade de fazer algo grande. Basta ter um comando que se identifique com a causa.

Jaci "Pés de" Barros

Considerado uma das reservas morais do governo Lira Maia (1997-2004), o agrônomo Jaci Barros tem nos revelado nas últimas semanas que, verdade à tona, tem "os pés de barros".

Ele voltou a ser penalizado pelo TCM (Tribunal de Contas dos Municípios) com reprovação de suas contas (processo n° 200405703-00). Desta vez, a da Semab, exercício financeiro de 2003.

Semana passada, a reputação dele de probo e zeloso ordenador de despesas foi imolada no altar do tribunal, por irregularidades nas contas da Seminf (Secretaria de Infra-Estrutura).

Agora, novo tranco. Pelo visto, já que Jaci ainda tem acerto de contas com o TCM, vai faltar corpo para novos sacrifícios.

Triste fim de quem chegou a ser cogitado inúmeras vezes como sucessor político do capo cipoalense.

De estimação?

Comentário/ editorial do padre Edilberto Sena no Jornal da Manhã (Rádio Rural AM), do último dia 21:

"Animal de estimação" um título de honra para gatos, cachorros, papagaios, periquitos e mais alguns outros, como coelhos, curiós e pintassilgos. Quando se vêem tantos cachorros pirentos, magros e fedorentos, quando se vê gatos que andam pelos quintais alheios em busca de comida, quando se vê cavalos e bois de carga feridos ou, o dia inteiro, amarrados ao pasto com sol quente, fica-se a pensar: mas que tipo de estimação tem esses donos pelos animais?

Imagine se um desses pobres animais prisioneiros de uma gaiola, uma corda, uma asa cortada pudesse falar o que diria? Como diz a canga: "se o boi soubesse da força que tem, não puxava carroça e, a abelha a dor da picada, não roubavam seu mel..."

Um cachorro fica pirento e pega calazar porque não é tratado pelo dono; um gato fica louco porque vive abandonado pelo dono, sem higiene, apesar de o gato ser um dos mais higiênicos animais, porém domesticado pelo dono não recebe tratamento. Hoje, a sociedade mais civilizada já oferece cuidados à saúde de animais de estimação. Até o Estado já oferece vacinas contra raiva e outras doenças de animais domésticos.

Se, de fato, a pessoa tem estimação por seu cachorro ou gato, não deixa o pobre sem a vacina, que além de lhe garantir a saúde, protege a família e os vizinhos contra doenças perigosas. É uma questão de respeito pelos animais, ditos de estimação e respeito pelas vidas humanas.

Quanto aos outros animais, os passarinhos, araras e papagaios por que mantê-los aprisionados? Qual o ser humano que gostaria de ficar preso para deleite de outros? Não é que se fica indignado quando se descobre uma mulher maltratada pelo marido? E quando uma criança é explorada pelos pais?

Que dizer então de um papagaio que fica no quintal da casa e não pode voar porque as asas foram cortadas? E que dizer de um curió na gaiola a comer todo dia o mesmo alimento que o dono lhe oferece - e quando se lembra? Quando o passarinho canta e canta, o dono fica feliz, mal sabendo que o “canoro” curió está chorando e suplicando pela liberdade de voar. Afinal, passarinhos são criaturas, cuja felicidade maior é voar e cantar livremente.

Animais de estimação!! Será mesmo?

Bandas brasileiras

Banda boa do Brasil: riquezas naturais (25,7%), solidariedade (19,5%) e ausência de guerras (18,4%).

Banda podre: corrupção (41,3%), violência (17,1%) e a pobreza/miséria (12,7%).

É o que revela a pesquisa CNT/Sensus publicada ontem. Leia aqui.

Direitos

Leitor que se assina Um advogado comenta a nota Santarena ganha causa no TST:

Jeso, pelo que entendi do relato, a mulher teve uma vitória parcial no TST... afinal foi confirmada a tese do TRT que diminuiu o valor definido pela Vara do Trabalho de Santarém de 200 mil para 50 mil reais.

A madeireira acabou sendo penalizada pelas três instâncias, mas conseguiu escapar de uma penalidade maior. Que isto sirva de exemplo a essas empresas que vivem chorando crise, mas desrespeitam os direitos trabalhistas.

Velocidade

Só ontem, passados mais de dois meses, é que foi publicada no DJ (Diário de Justiça) a ata do julgamento realizado no TRF (Tribunal Regional Federal)/1a. Região que manteve as atividades comerciais do porto da Cargill em Santarém.

Ortopedista faz esclarecimentos

O médico ortopedista Eros Ferreira faz esclarecimentos a propósito do post Espera dolorosa:

Caro Jeso, quanto a essa notícia eu não posso ficar omisso. Sou médico ortopedista, santareno, de volta a minha terra, estou atuando no Hospital Municipal desde fevereiro deste ano, inclusive foi o que agilizou meu retorno, a necessidade e a carência da especialidade no hospital municipal.

Quanto você diz "Nenhum deu as caras por lá hoje", não corresponde à verdade, pois eu, assim como Dr. Fernandes, estivemos pela manhã e grande parte do dia realizando procedimentos cirúrgicos naquele mesmo hospital.

O que acontece, para seu esclarecimento e demais leitores, já é motivo de pleito entre nos ortopedista: o serviço de ortopedia funciona em escala de sobreaviso, assim como várias outras especialidade (a maioria). Então, quando occorre um atendimento no serviço de urgência e o médico plantonista solicita a avaliação, a equipe de enfermagem entrar em contato com o especialista da escala de sobreaviso - cada dia está um colega. Aviso que meus dias de sobreaviso são às quartas-feiras.

Sendo assim, a avaliação e o chamado ficam nas mãos da equipe da urgência. Porém, nem sempre esta triagem e o chamado ocorrem como deveria. Muitas vezes somos chamados por algo simples, e outras, em casos graves, demoram para sermos acionados.

A demanda para ortopedia é muito grande naquele serviço de urgência. Já propomos que fiquemos de plantão e não apenas de sobreaviso, porém depende do hospital dar condições de serviço, pessoal e finaceiro para que possamos atuar presencialmente ali.

Ainda não obtivemos resposta oficial da direção do hospital. Nós, médicos do hospital municipal, somos solidários a qualquer pleito e reclamação popular que vise melhorar o atendimento dos pacientes e melhores condições oes de trabalho a todos os funcionários que ali atuam.

Encantado

Olavo Neves, presidente da Aces (Associação Comercial e Empresarial de Santarém), subiu ontem à noite, pela primeira vez, os 60 degraus que dão acesso ao Mirante do Tapajós, inaugurado no último domingo pela prefeita Maria do Carmo (PT).

Ficou boquiaberto com o que viu. E não economizou elogios.

Frase do dia

O Brasil precisa é de mais democracia direta, mais participação popular, através dos referendos, por exemplo. O voto em lista vai no sentido inverso.

Helenilson Pontes, advogado, no post Voto em lista. Sou contra

terça-feira, junho 26, 2007

TRE penaliza secretário do PDT

Secretário-geral do PDT no Pará, Raimundo Pinheiro teve as suas contas de campanha (ele foi candidato a deputado estadual no pleito de 2006) reprovadas pelo TRE (Tribunal de Regional Eleitoral) paraense.

Para os outros três candidatos - todos não eleitos - que tiveram contas julgadas hoje pelo tribunal, o resultado foi diferente.

Estão bem na foto a tucana Elza Miranda, ex-deputada, Maurilo Gomes (PTC), Antônio Antunes Neto (PSOL).

Voto em lista. Sou contra

A Câmara dos Deputados decidirá nos próximos dias alguns temas que alterarão substancialmente o perfil da democracia brasileira, razão pela qual é importante que o cidadão esteja muito atento ao teor dos debates que ora são travados no Parlamento.

Refiro-me à chamada Reforma Política que, entre outras medidas, pretende implantar no Brasil o chamado voto em lista, além do financiamento público de campanhas políticas e a proibição de coligaçõs partidárias.

A causa desta pequena revolução no regime jurídico que rege a democracia brasileira reside na sucessão de escândalos de corrupção envolvendo agentes públicos, matriz da constante e crescente pressão da mídia nacional por novas regras para a política brasileira. (....)

Trecho do artigo do advogado santareno Helenilson Pontes que o blog acaba de disponibilizar aos seus leitores.

[Clique aqui], para lê-lo. Não deixe de comentar.

Dolorosa espera

Uma senhora, de cerca de 40 anos, espera desde às 8h30 a presença de um ortopedista no PS (Pronto Socorro) do Hospital Municipal de Santarém.

Devido a uma queda, ela machucou com gravidade o braço. No PS, fez radiografia. Mas até agora não foi avaliada por um médico especialista.

Nenhum deu as caras por lá hoje.

Por um triz

Se dependesse do esforço da governadora Ana Júlia Carepa (PT) ou da presidente da Paratur, Ann Pontes, Santarém não estaria hoje incluída entre as 63 cidades brasileiras do roteiro turístico do Ministério do Turismo.

É o que revelou ao blog, ontem à noite, uma graúda fonte governista.

Disse que não fosse a rápida intervenção da prefeita Maria do Carmo (PT) no caso, o município teria o mesmo destino do Marajó - que ficou fora do roteiro.

Poesia

Já ou Ainda

Não me pergunte se “já é”
Ou se “é ainda”
Não sei se agora começa ou finda
Não sei se agora é cedo ou tarde
Só sei dizer da chama que arde
Eu não sei se cheguei ou se estou indo
Não sei nem dizer do tempo... se é findo

Não quero pensar se é tarde ou cedo
Só sei dizer que perdi o medo
Não quero saber... a conta eu pago

Quando estou com você, não há tempo vago
Não quero saber da hora, agora
Quando for pra ir, eu vou embora...

------------------

De Floriano Cunha, poeta e compositor santareno.

Imagens de Santarém

Foto: Ronaldo Ferreira
Orla de Santarém (PA)

Orla dos ventos. Rota do azul e verde.

Destino de Zimmer

Filósofo, o agora ex-presidente da Emater/PA Milton Zimmer deixou o cargo, segundo a Agência Pará, para assumir a Secretaria Municipal de Finanças de Parauapebas.

Prefeito repassa cheque às tribos

Foto: Alda Quaresma
Presidentes dos botos (Juruti - PA)

Cada uma das tribos folclóricas de Juruti recebeu ontem à noite, no restaurante Bons Amigos, um cheque no valor R$ 50 mil, repassados pelo prefeito Henrique Costa (PT).

Até o dia 15 de julho, Henrique deve repassar a cada uma das agremiações um total de R$ 115 mil, para investimento na maior festa popular do município.

Anteriormente, as tribos Mundurukus e Muirapinima já haviam recebidos R$ 15 mil cada, para a confecção do CD 2007.

Na foto (da esq. p/ dir.): Jim Jones Batista, presidente da Mundurukus, o prefeito Henrique Costa e Maria de Fátima Pereira, presidente Muirapinima.

HP na TV

Helenilson Pontes, advogado tributarista, é o entrevistado de hoje do Opinião (TV Santarém/Band), que vai ao ar às 12h30, logo depois do Patrulhão da Cidade.

HP fala dos bastidores da disputa que participa na Câmara dos Deputados pela vaga reservada à Casa para o CNJ (Conselho Nacional de Justiça).
O programa Opinião tem como, digamos, âncoras Celso Furtado, Ruy Corrêa e o signatário do blog.


Poder de fato e de direito

(...) Quotidianamente Jornais, Revistas, Rádios e TVs extrapolam seu papel para tentar eleger seus governantes e quando não conseguem, passam o tempo todo ditando aos nossos governantes o que eles devem fazer e quais políticas devem adotar. Indo muito além das atribuições de bem informar a população. (...)

(...) A nossa mídia local também não foge da regra. Embora não tenha sido eleita, pretende representar a posição da maioria da sociedade. Desde a derrota eleitoral de seus representantes em 2004, programas de rádio e TVs assumiram “de fato” o governo municipal, despachando suas pautas em diferentes programas.

A emissora Ponta Negra resolveu ate empossar um “prefeito de fato”, um apresentador que (entre o roubo de uma geladeira e uma propaganda de bolacha) dita o que os administradores legítimos devem ou não devem fazer. (...)

Trechos do novo artigo de Tibério Alloggio, sociólogo e articulista deste blog.

[Clique aqui], para lê-lo. Não deixe de comentar.

Presidente da Emater é demitido

Milton Zimmer Schneider não é mais presidente da Emater/Pará.

A portaria de demissão, a pedido, foi publicada na edição de hoje do DOE (Diário Oficial do Estado), sendo assinada pela governadora Ana Júlia Carepa (PT).

Até que seja decidido o novo ocupante do cargo, o orgão será gerido pelo servidor Williamson Lima.

Fla-Flu

Duas opiniões sobre o post abaixo:

De Caroline Araújo, de Belém:
Será que Erik aceita esse convite, quase intimação? Olha se o Erik aceitar e se candidatar eu não transfiro o meu título de eleitor para Belém, e faço questão de pegar um avião em ir em Santarém só para votar nele!!!

E Ervilson Inato Jr. :
Espero que o Erik fique verde de raiva com esse convite... O Partido Verde em Santarém não faz o que prega, principalmente esse seu líder maior, defensor de sojeiros e madeireiros. Erik, sai dessa! Querem se te usar como bucha de canhão! Seus ideias estão acima de qualquer sigla partidária!

Sedução verde

Estrela mais reluzente do PV santareno, o vereador Valdir Matias Jr. escancarou a porta do partido para o ingresso do médico Erik Jennings.

Foi mais fundo no convite: ofereceu a sigla para que o neurocirurgião saia candidato a prefeito nas eleições do próximo ano.

Na casa de Elcione

Na coluna Informe JB (Jornal do Brasil), hoje:

Paz na crise

Um jantar na última quarta-feira, servido na residência da deputada Elcione Barbalho (PMDB-PA) em Brasília, selou o apoio dos peemedebistas da Câmara ao colega de partido e presidente do Senado, Renan Calheiros (AL).

Até então, os deputados do PMDB tratavam o caso como se não fosse com eles. Elcione é mulher do deputado Jader Barbalho (PMDB-PA), que estava presente ao encontro. Comandou a reunião o presidente nacional do PMDB, deputado Michel Temer (SP), que no dia seguinte ainda levou pessoalmente ao presidente Lula, no Palácio do Planalto, a posição da bancada.

Renan, que havia reclamado a interlocutores da falta de solidariedade da Câmara, agora é só agradecimentos.

-----------------

Nota do blog: Elcione, na verdade, é ex-mulher de Jader. Hoje, é solteiríssima.

Comunicação

A TIM inicia o processo de pouso na cidade de Novo Progresso, às margens da BR-163 (Santarém-Cuiabá).

É a primeira operadora de celular a aterrissar no município.

Bisneta é nadadora

A pensata Lampião, Lula e a tocha do Pan, da lavra de Grazziano Guarany, continua rendendo comentários. Desta vez de Sílvia, de Canindé:

A escolha da bisneta de Lampião e Maria Bonita, Luana Ferreira de Andrade, pela Prefeitura de Canindé de São Francisco, cidade localizada no alto sertão de Sergipe e que teve o privilégio de participar do revezamento da Tocha do Panamericano Rio 2007, além de representar um dos principais produtos turísticos da região, o CANGAÇO, também homenageou a nadadora profissional de Sergipe que mais conseguiu medalhas em campeonatos de natação e com menor idade, a Luana.

Informo ainda que estamos apoiando o projeto da Sociedade do Cangaço, para construção do Memorial de Lampião em Canindé e que no próximo dia 28 de julho estaremos apoiando a Missa do Cangaço, em homenagem aos 69 anos de morte de Lampião, Maria Bonita e seu bando, evento que acontecerá na Fazenda Angico.

Homenagear a ex-nadadora profissional e bisneta de Lampião e Maria Bonita, Luana Ferreira, serviu para despertar na comunidade o interesse de trabalhar o Cangaço como um dos principais produtos turísticos do Complexo Xingó, que tem como principais atrativos o Cânion do Xingó; a Usina Hidrelétrica; o Museu de Arqueologia; a Fazenda Mundo Novo; o Rio São Francisco e o bioma caatinga.

Sem falar dos eventos populares promovidos pela Prefeitura de Canindé, a exemplo do carnaval e São João e sempre tendo o destaque da imagem caracterizada dos cangaceiros. Nossa homenagem com muito orgulho a todos os integrantes da família Ferreira e admiradores do movimento Cangaço.

Frase do dia

Se fossem funcionários de uma empresa privada, estariam na rua.

Leitor(a) do blog, sobre a punição dada a três policiais civis de Santarém.

segunda-feira, junho 25, 2007

Convênio pró-Juruti

No site O Eco, hoje:

Parceria pela conservação

A Fundação Alcoa e a Conservação Internacional (CI) assinam esta semana convênio para estabelecer um fundo de 2 milhões de reais que vai financiar programas de conservação numa área próxima a Juruti, na fronteira do Pará com o Amazonas, onde o lado empresa da Alcoa estabeleceu uma operação de mineração.

Cada um dos dois parceiros do projeto vai contribuir com 1 milhão de reais para o fundo. A Fundação Alcoa tem parceria com a CI para investimento e manutenção desde 2004, quando começou a se estabelecer em Juruti.

Tal qual

Para quem não sabe, o senador Joaquim Roriz (PMDB), ator principal de um novo escândalo tupiniquim, é uma espécie de Lira Maia (DEM) do planalto brasiliense.

A lista de processos que tramita contra ele nas diferentes do Judiciário é, digamos assim, cipoalense.

Terra Querida na dianteira

Na enquete em que o blog pergunta aos eleitores "Que versos devem ser colocados na escadaria do Mirante Tapajós?", a opção Terra Querida ultrapassou o Hino de Santarém.

Veja o resultado parcial:

Terra Querida - 35%
Um Poema de Amor - 29%
Hino de Santarém - 18%
Outra opção - 18%

A pesquisa está no novo Blog do Jeso (em em fase de construção). [Clique aqui], para visitá-lo e votar.

José Nery mira em Roriz

No blog do Noblat, há pouco:

O PSOL está com a representação pronta contra o senador Joaquim Roriz (PMDB-DF).
No documento, que será assinado pelo senador José Nery (PSOL-PA), o partido recomendará a cassação do mandato de Roriz.

A representação será protocolada até quarta-feira na Mesa Diretora do Senado. Depois disso, será encaminhada ao Conselho de Ética para a abertura do processo.

Santarena ganha causa no TST

A Quarta Turma do Tribunal Superior do Trabalho manteve decisão regional que concedeu indenização no valor de R$ 50 mil, por dano moral, à viúva de um operário esmagado por toras de madeira, ao descarregar um caminhão para a serraria Madeirin, de Santarém.

A Vara do Trabalho havia arbitrado a condenação em R$ 200 mil, mas o Tribunal Regional do Trabalho da 8ª Região (Pará/Amapá) entendeu que R$ 50 mil seria um valor razoável, considerando as condições financeiras da empresa.

A viúva alegou na ação que o marido foi contratado como operador de carregadeira (trator), com salário de R$ 626,00. Contou que, após um ano, ele passou a receber uma gratificação “por fora” para realizar alguns serviços para o patrão, como o transporte das toras para as madeireiras, bem como o descarregamento dos caminhões, “supostamente de forma clandestina”.

Taurari

No dia do acidente, trabalhou até às 2h. Às 6h já estava de volta na serraria para descarregar dez toras de madeira tipo taurari. Ao desatar um cabo de aço, este rompeu-se e três toras rolaram sobre o empregado, esmagando-lhe o crânio e parte do corpo.

O empregador alegou na defesa que, em sete anos de funcionamento, nunca ocorreu acidente com seus empregados. Afirmou que o operário foi imprudente, pois parou o caminhão fora da área de proteção e não atentou para o aviso do colega de que as toras estavam se movendo.

O TRT confirmou a existência de dano moral ao reconhecer que o trabalhador desenvolvia atividade de alto risco sem que a empresa cumprisse as normas de segurança. Porém, com base na teoria da razoabilidade, reduziu para R$ 50 mil o valor da indenização. Considerou que o valor elevado poderia acarretar o encerramento das atividades da empresa.

[Clique aqui], para ler mais.


Policiais de Santarém são punidos

Três policiais civis lotados em Santarém, entre eles um delegado, foram punidos pela Coordenadoria da Polícia Civil no Pará.

O delegado Paulo Maurício Lima recebeu punição de 4 dias de suspensão de suas atividades em decorrência de ter deixado de conclui no prazo legal diversos inquéritos policiais, além de irregularidades cometidas por duas prisões em flagrantes no ano de 2005.

A punição dos escrivães Hitamar Santos e José Bentes de Carvalho foi por transgressão disciplinar (negligência). O primeiro recebeu 3 dias de suspensão, enquanto que o segundo, 1 dia.

Ruy Barata, 81 anos: poeta engajado

O poeta santareno Ruy Barata, que hoje completaria 81 anos se vivo estivesse, foi deputado estadual por duas legislatura (1947-1954) pelo antigo PSP (Partido Social Progressista). Na sua obra, a poesia social engajada se faz presente. É o caso do poema a seguir:

Primeiro de Maio

Surja esse verso de maio,
trazido pelos arcanjos,
um verso que faça maio,
o maio dos desenganos,
e fel transforme em doçura,
rendilhando de ternura,
os meus fracassos humanos.

Um verso que me decifre,
nas horas de ansiedade,
que não sendo antologia,
seja a minha humanidade,
levando por onde for,
os meus suspiros de amor
e gritos de liberdade.

Um verso assim como esse:
"Proletários de todo o mundo,
( uni-vos )" .

Sedentos

Leitor(a) gaito(a), no estilo Gilberto Sant'Anna, sobre o post Fraticida:

O pessoal da tendência do Pedro Peloso parece que foi com muita Semdes ao pote...

Veterinária

Na coluna Repórter 70 (O Liberal), hoje:

Curso

Santarém vai ter, em breve, seu primeiro curso de Veterinária. Será oferecido pelas Faculdades Integradas do Tapajós (FIT), que, inclusive, já alugaram uma fazenda para servir de apoio às aulas. Na semana passada, Santarém sediou, na FIT, o II Encontro dos Médicos Veterinários da Região do Médio e Baixo Amazonas, promovido pelo Conselho Regional de Medicina Veterinária.

Santarena em rede nacional

Núbia Pereira (foto) fez a sua estréia nacional no Jornal da Band (Rede Bandeirantes), a partir de Manaus, via TV Rio Negro.

A matéria foi ao ar sábado.

A jornalista santarena, com passagem por várias emissoras da cidade, mostrou a passagem da tocha do Pan por Manaus.

Amanhã, ela deve emplacar outra matéria de rede nacional.

Além de Núbia, outra santarena também tem feito, a partir da capital amazonense, reportagens televisivas veiculadas em âmbito nacional: Markilze Pereira, que trabalha no SBT.

Contas do padre aprovadas

Convênio assinado entre a paróquia de N.S. da Conceição e a Prefeitura de Santarém em 2006, no valor de R$ 10 mil, foi aprovado pelo TCM (Tribunal de Contas dos Municípios).

O recurso foi empregado, pelo padre José Ronaldo, como subvenção social na festa da padroeira do município e na Caminhada de Fé com Maria, ano passado.

Aprovação à unanimidade.

Ruy Barata, 87 anos: rio é rua

O poema abaixo, parceria entre Ruy Barata e seu filho André, tornou-se conhecido no âmbito nacional através da vaz de Fafá de Belém.

Hoje, o artista santareno completaria 81 anos, se vivo estivesse.

Esse rio é minha rua

Esse rio é minha rua
Minha e tua, mururé
Piso no peito da lua
Deito no chão da maré

Pois é, pois é
Eu não sou de igarapé
Quem montou na cobra grande
Não se espanta em puraqué

Rio abaixo, rio acima
Minha sina cana é
Só de pensar na mardita
Me alembrei de Abaeté

Pois é, pois é...
Eu não sou de igarapé
Quem montou na cobra grande
Não se espanta em puraqué

Me arresponde boto preto
Quem te deu esse piché
Foi limo de maresia
Ou inhaca de mulher?

Pois é, pois é...
Eu não sou de igarapé
Quem montou na cobra grande
Não se espanta em puraqué

Renovação em Mojuí

Jailson da Costa Alves é o cara em Mojuí dos Campos.

Derrotou, em eleição realizada há poucos dias, uma fauna de lideranças políticas jurássicas, entre os quais Núbia Angelino (PMDB) e Pedrão (PT), que se juntaram na disputa pelo Conselho de Desenvolvimento Comunitário daquele distrito.

Deram, no entanto, com os burros n'água.

Jailson não só ganhou o candidato dos jurássicos, Francisco Pantoja, como também aplicou-lhe uma goleada maiúscula nas urnas.

Venceu por 75,5% dos votos.

Jornalismo e linchamentos

Samuel Lima (*)


O alerta partiu do jornalista Elio Gaspari, em coluna publicada nos jornais de 17/06/2007: "Vavá está sendo linchado". Profissional de renome nacional, reconhecido por ser crítico contumaz do governo Lula, Gaspari está longe de ser considerado um "petista", "lulista" ou "comunista" e outros "istas".

Escreve Gaspari: "Genival Inácio da Silva, o Vavá, está sendo covardemente linchado porque é irmão do presidente da República. Ele é acusado de tráfico de influência sem que até hoje tenha aparecido um só nome de servidor público junto ao qual tenha traficado qualquer pleito que envolvesse dinheiro do erário". A revista "Veja" (20/06, p. 64) acusa: "o irmão mais velho e o compadre do presidente Lula estão envolvidos até o pescoço no submundo da máfia do jogo". Mas, se contradiz em seguida: "Cabe agora à polícia apurar se Vavá conseguiu levar adiante algum dos projetos que ajudou a apresentar a órgãos públicos em Brasília" (?).

Enquanto não surgem provas, prevalece o sensacionalismo que vitamina o negócio da mídia. Gaspari interpreta de outro modo: "Antes da conclusão do inquérito policial, Vavá foi irremediavelmente satanizado a partir de indícios, suspeitas e manipulações. Seu linchamento não busca o cidadão metido com vigaristas. Busca a jugular do irmão".

O Ministério Público Federal indiciou, no dia 19/06, 39 acusados na operação Xeque-Mate. O irmão do presidente não foi denunciado porque, segundo o MP, "não há elementos suficientes nos autos que indiquem a sua participação em qualquer uma das quadrilhas denunciadas". E mais: inexistem informações suficientes sobre os possíveis beneficiários das ações do "lobista" Vavá.

Vejamos duas formas de noticiar esse último fato. No "Jornal Nacional" (19/06/2007) o título não é sobre os 39 denunciados, mas foca num procedimento usual neste tipo de caso: "Procuradores do MP pedem novas investigações sobre irmão de Lula", dando ênfase absoluta no fato de os procuradores terem solicitado "novas investigações para apurar um possível envolvimento de Vavá".

No jornal "A Notícia" (20/06/2007, p. A5), um título contrariado: "MP denúncia 39, mas livra o irmão de Lula". Se o Ministério Público "livrou" foi conivente ou cedeu à pressão de alguém. Ora, a reportagem esclarece que não há provas contra ele. Entre declarar "inocência" e dizer que "MP livra" Vavá existe um abismo amazônico...

O jornalista Luis Nassif, em sua obra "O jornalismo dos anos 90", resgata uma série de casos nos quais a mídia incorreu nos mesmos erros. Destaco: "Escola Base" (1984), o mais conhecido, em que três casais donos de uma escola de educação infantil, em São Paulo, foram linchados durante três meses pela mídia nacional acusados de abuso sexual de crianças – e eram inocentes; "Bar Bodega" (1996), quando a Justiça já condenara cinco jovens e periferia por homicídio, mas logo se descobriu que eles haviam confessado sob tortura; "Osasco Plaza Shopping", que explodiu em julho de 1999, deixando inúmeros mortos e feridos. O administrador Marcelo Zanotto, acusado de dolo eventual (intenção de explodir o shopping visando lucro), seria inocentado um ano e meio após a tragédia. Sobre este último caso, escreveu Nassif: "É imensurável a responsabilidade da mídia ao veicular bastidores das tragédias, é inadmissível dar créditos às declarações de indivíduos ávidos da fama e aos boatos mais estapafúrdios, transformando versões em fatos, sem ouvir todos os envolvidos".

Para esses casos vale o que Nilson Lage define como a "natureza axiomática" da notícia: saiu na imprensa é "verdade". O contraditório não tem o mesmo espaço da denúncia e, por mais verdadeiro que seja, soa sempre como uma "desculpa esfarrapada". Ao acusado cabe o ônus de provar sua inocência, numa inversão perversa do direito universal da presunção de inocência.

-----------------------------

(*) Santareno, é jornalista, coordenador do Curso de Jornalismo do Bom Jesus/IELUSC.

Marcadores: ,

Ruy Barata, 87 anos

Vivo, Ruy Barata (foto) completaria hoje 87 anos.

Filho de Alarico e Maria José Barata, Ruy nasceu em Santarém em 1920 e herdou da mãe, segundo ele, a veia artística.

Poeta, escritor, político e professor universitário, morreu em São Paulo em abril de 1990, quando pesquisava sobre a pssagem de Mário de Andrade pela Amazônia.

Por todo o dia de hoje, o blog vai publicar alguns dos trabalhos que imortalizaram nacionalmente o artista santareno.


La plus que lente

O silêncio ligava
as cadeiras de um lado
com as cadeiras do outro.
As velas sufocavam em agonia
e a noite era maior no calendário imóvel.
Entre o ser e o não ser
erguia-se a memória,
e os sonhos passeavam
entre o jarro e o consolo.
E sobre a mesa familiar,
onde a face da ausente não se apaga,
os pés da morta
vivos como peixes.


Com informações do site Cultura Pará

Fraticida

A terra treme na Semdes (Secretaria de Desenvolvimento Econômico e Social)/Santarém - naco da tendência petista comandada pelo ex-vereador Pedro Peloso dentro do governo Maria do Carmo.

Quem é

Para o leitor Ervilson Inato Jr., a propósito da pessoa que empresta seu nome à escadaria que dá acesso ao Mirante Tapajós, com explicações de leitor(a) que não se identificou:

José Miguel Lisboa de Mendonça é filho do Dr. Climério de Mendonça, que foi juiz de direito em Santarém, na primeira metade do século XX. Seu irmão (Dr. Carlos Raimundo Lisboa de Mendonça) foi juiz do trabalho em Santarém, na década de 1970, aproximadamente. Ele era cunhado do Gigi Alho, pois fora casado com uma filha do Dr. Climério (pai de José Miguel, ora homenageado com seu nome dado à escadaria). Portanto, José Miguel Lisboa de Mendonça NÃO é o português (de nome Joaquim), referido no texto acima.

Cargill vai fechar unidade em SP

A americana Cargill decidiu encerrar, a partir de 21 de julho, as operações de esmagamento de soja na fábrica de Mairinque (SP), que tem capacidade para processar 2 mil toneladas de grãos por dia, ou 600 mil toneladas por ano. Com isso, a multinacional espera obter uma redução de custos no país próxima a US$ 1 milhão por mês, informou José Luiz Glaser, diretor do complexo soja da Cargill no país.

Um conjunto de fatores fez com que a fábrica deixasse de ser competitiva com o mercado, afirmou Glaser. De acordo com o executivo, um dos principais motivos que levaram a multinacional a tomar a decisão é a dificuldade de encontrar soja disponível no estado de São Paulo, por conta do forte avanço do plantio de cana-de-açúcar.

[Clique aqui], para ler mais.

Fonte: G1

Frase do dia

De ruim, tem o vício da superficialidade e da irresponsabilidade, seja difundindo fatos sem aprofundamento, seja divulgando versões sem apuração correta.

José Marques de Melo, professor, sobre o jornalismo brasileiro.

domingo, junho 24, 2007

Imagens de Santarém

Foto: Ronaldo Ferreira
Garotos na canoa (Santarém - PA)

Dois garotos, numa canoa na região do Lago Grande de Curaí, encaram a mira fotográfica.

Charmosa

Logo mais às 19h, a prefeita Maria do Carmo (PT) inaugura a nova praça do Mirante Tapajós e a escadaria José Miguel Lisboa de Mendonça que acesso à praça pela avenida Adriano Pimentel.

De sigla nova

Ex-PDT, o professor Daniel Fernandes, autor de vários artigos publicados aqui no blog, ingressou no PSB.

Teve a ficha abonada pelo presidente local do partido, vereador Reginaldo Campos.

Músicas nos degraus

Sugestão desembargador-compositor santareno Vicente Malheiros da Fonseca, a propósito da idéia lançada aqui no blog por Nerivaldo César sobre a escadaria do Mirante Tapajós:

Prezado Jeso,

Tenho outra sugestão para os versos na escadaria que dará acesso ao Mirante do Tapajós (Praça Frei Ambrósio).

Proponho que constem nos degraus os nomes de algumas músicas de Wilson Fonseca (Maestro Isoca), em homenagem à cultura santarena.

Isso fará com que o visitante tenha a sua atenção despertada para procurar a origem das composições musicais, tornando sempre atual a idéia, além de diversificar o temário e ampliar a homenagem com a referência também aos parceiros musicais do compositor santareno.

Nesse rol, adiante indicado, há músicas com letras do próprio Wilson Fonseca e com textos poéticos de vários de seus parceiros musicais, tais como: Felisbelo Sussuarana, Felisberto Sussuarana, Paulo Rodrigues dos Santos, Padre Manuel Albuquerque, Wilmar Fonseca, Emir Bemerguy, Nicolino Campos, Jorge Chaves Camacho, José Wilson Fonseca, João de Jesus Paes Loureiro, Frederico Souza, Santino Soares e Vicente Fonseca.

Eis algumas músicas de Wilson Fonseca, em homenagem à cultura santarena, em ordem alfabética: (...)

[Clique aqui], para ler o comentário na íntegra.

Influências do Raulzito

(...) Há duas semanas fui entrevistado na TV Santarém [programa Opinião] e um dos entrevistadores [Ruy Corrêa] lançou uma pergunta na tentativa de esclarecer meu "lado polêmico" do início de carreira há 23 anos na Rádio Rural e minha vinculação com o PT, para fazer um parâmetro ao, digamos assim, "processo de despolemização" pelo qual eu haveria passado nos últimos anos.

Para isso, perguntou se eu ouvia muito Raul Seixas naquela época de PT e se o espírito "maluco beleza" do grande roqueiro baiano estaria no meu "DNA polêmico". Meio atônito com o estereótipo lancei outro estereótipo: "Não, minha influência era Chico Buarque". (...)

O trecho acima é da nova crônica do jornalista greco-mocorongo Jota Ninos. [Clique aqui], para lê-la.